Faixa Atual

Título

Artista


Gripe, resfriado ou Covid-19 – Solaris Antônio Prado esclarece

Escrito por em abril 22, 2021

De acordo com a OMS, todas essas infecções atingem o sistema respiratório, mas se diferenciam quanto à evolução e duração

A 60 dias do início do inverno 2021, alguns sintomas de gripes e resfriados podem ser facilmente confundidos com os da Covid-19. O fato de que essas infecções apresentam sinais respiratórios semelhantes

Os sinais das diferentes infecções podem ser confundidos, já que as pessoas infectadas pelo vírus podem apresentar sintomas como tosse, falta de ar, dificuldade em respirar e febre.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), todas essas infecções atingem o sistema respiratório, mas se diferenciam quanto à evolução e duração.

Dentre as doenças, o resfriado é a que desaparece mais rapidamente. Já a COVID-19 assemelha-se mais à gripe. É um quadro febril que pode ter uma intensidade como a da gripe comum, com dor de cabeça e dor de garganta.

Justamente por apresentarem semelhanças, uma avaliação médica deve ser feita, pois a Covid-19 é muito contagiosa.

Através de análise microscópica, as três enfermidades possui grande diferença uma da outra. O vírus Sars-CoV-2 causador da COVID-19, faz parte da família dos coronavírus, que agrupam diversos agentes infecciosos que provocam desde problemas respiratórios simples até graves complicações. Além da COVID-19, outras doenças causadas por coronavírus conhecidas são a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS-CoV) e a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS-CoV).

Enquanto isso, a gripe é causada pelos vírus da família influenza, existindo os tipos A, B e C. Com suas constantes mutações virais, os tipos A e B são os maiores causadores de doenças.

Com relação ao resfriado, existe uma variedade de agentes infecciosos diferentes em sua causa, como Rinovírus, Adenovírus e Parainfluenza, que apresentam baixo risco para a saúde.

Como são transmitidos os vírus

A transmissão das três doenças ocorre através do contato com o vírus por meio de partículas de secreções respiratórias de pessoas infectadas, que podem estar em objetos contaminados ou suspensas no ar.

Após a contaminação de gripe ou resfriado comum, o portador do vírus pode levar de três a quatro dias para manifestar os primeiros sintomas, diferentemente do período de incubação da COVID-19, que leva de cinco até 14 dias para começar a gerar os sintomas.

Em ambos os casos, mesmo sem apresentar sintomas, pessoas infectadas que são assintomáticas são capazes de transmitir as doenças a outras pessoas.

Prevenção

A prevenção das três infecções é parecida: lavar as mãos com água e sabão frequentemente, usar álcool gel e manter distância principalmente de quem apresenta os sintomas (tosse, coriza, febre e outros sintomas respiratórios). Ao tossir ou espirrar, é necessário cobrir o rosto com o braço ou um lenço descartável.

Porém, diante a situação pandêmica de COVID-19, a prevenção se dá pelo uso de máscara e de medidas de isolamento social.

Imagem Divulgação Redes Sociais

Pesquisa e Redação Ronei Marcilio


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *