Faixa Atual

Título

Artista


Governo recebe três pedidos de reconsideração ao mapa preliminar da 37ª rodada

Escrito por em janeiro 17, 2021

Definição ocorre na segunda-feira (18)

O mapa preliminar da 37ª rodada do modelo de Distanciamento Controlado recebeu três pedidos de reconsideração até as 6h deste domingo (17) – prazo máximo para o envio de recursos. As solicitações foram encaminhadas por duas associações regionais e um município que estão em áreas classificadas em bandeira vermelha.

Pela segunda semana consecutiva, o mapa preliminar do Estado, divulgado na sexta-feira (15), ficou quase todo vermelho. Das 21 regiões Covid, apenas uma, Caxias do Sul, recebeu bandeira laranja, representando risco epidemiológico médio. As demais ficaram em bandeira vermelha, com alto risco.

Os pedidos de reconsideração serão analisados pelo Gabinete de Crise e o mapa definitivo vai ser divulgado no site do governo do Estado às 16h30 de segunda-feira (18). A vigência das novas bandeiras será de 19 a 25 de janeiro.

Caso a classificação prévia seja mantida, as 18 regiões em bandeira vermelha que aderiram ao sistema de cogestão regional podem adotar protocolos próprios compatíveis até o nível de restrição da bandeira laranja. Guaíba e Uruguaiana estão em vermelho e não aderiram à cogestão, portanto, devem seguir os protocolos determinados pelo Estado.

A região de Caxias do Sul, classificada em laranja, por estar em cogestão, pode utilizar protocolos de bandeira amarela, se estiver previsto no plano de cogestão.

Caso ainda não tenham sido enviados protocolos ou o plano regional não esteja vigente, o governo abre possibilidade de recepção imediata de padrões mais flexíveis até a bandeira imediatamente inferior, sem esperar prazo de 48 horas para submissão e validade de novo plano regional.

Mapa Preliminar

Das 21 regiões Covid, apenas uma, Caxias do Sul recebeu bandeira laranja. As demais receberam bandeira vermelha, com alto risco epidemiológico.

Para o total do Rio Grande do Sul, houve leve redução no número de confirmados em leitos clínicos (-4%) e em UTI (-3%), embora os números ainda sejam bastante expressivos – 1.102 em leitos clínicos e 847 em UTIs. Um dos piores indicadores é o número de óbito por Covid-19, que aumentou 18% entre as duas últimas quintas-feiras (de 421 para 497).

Mesmo com a expansão da rede de atendimento iniciada pelo governo do Estado em hospitais e municípios, devido ao aumento dos internados por outras causas, houve pequena elevação, nesta semana, no número total de leitos de UTI ocupados.

Em decorrência desse ainda pequeno aumento no total de leitos e a redução do número de pacientes confirmados com coronavírus em UTI, a razão de leitos livres para cada ocupado por Covid-19 ficou praticamente estável, em 0,71.

A equipe responsável pelo levantamento e monitoramento de dados do Distanciamento Controlado chama a atenção para o elevado crescimento de novos registros de hospitalizações por Covid-19 nos últimos sete dias, por local de residência, em algumas regiões.

Em Taquara, o número de internações aumentou, passando de 14 para 21 (50%) Santo Ângelo teve aumento de 12,7%; Guaíba de 10,7%; Pelotas, 10,7%; Cruz Alta, 7,1%; Santa Rosa, 6,7%; e Novo Hamburgo, 3,9%.

Fonte: Governo do RS


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *