Faixa Atual

Título

Artista


Flores da Cunha registra queda na criminalidade em abril

Escrito por em maio 14, 2020

Índices divulgados nesta quinta-feira pela Secretaria Estadual de Segurança são comparados com março deste ano durante a pandemia do coronavírus

A Secretaria Estadual de Segurança Pública divulgou na manhã desta quinta-feira, dia 14, em Porto Alegre, pela internet os índices de criminalidade de abril comparado com março deste ano durante o período de pandemia do novo coronavírus. No geral, os indicadores reduziram nos principais delitos. Em Flores da Cunha houve queda em praticamente todos os itens.

Conforme os números da SJS, em Flores da Cunha, no caso de furtos de veículos (sem emprego de mão armada) foram seis casos em março e apenas quatro em abril. O roubo de veículo (com emprego de mão armada) se manteve igual com dois casos em cada mês. Também houve redução nos furtos em geral. Foram 19 casos em março e 16 em abril. Os roubos em geral também diminuíram. No mês de março foram oito ocorrências contra duas no mês passado.

NO ESTADO

Os roubos de veículo reduziram de 1.011 para 796 (-21,3%) na comparação mensal. Considerando os acumulados entre janeiro e abril no RS, já são 811 veículos que deixaram de ser levados por assaltantes neste ano, com 3.465 ocorrências, frente ao ano anterior, que teve 4.276 casos – uma queda de 19% e o menor total para o período desde 2004, quando o número foi de 3.362.

A influência do distanciamento social como motivo importante das reduções dos crimes patrimoniais em abril não se verificou em relação aos homicídios no Estado. O mês encerrou com 158 vítimas, seis a mais do que as 152 do mesmo período do ano passado (3,9%). No acumulado desde janeiro, porém, o total de 624 óbitos ainda representa queda, de 8,4%, na comparação com 681 ocorridos em igual intervalo de 2019 – é a menor soma desde 2011, que teve 597 mortes no período.

HOMICÍDIO

Os números do governo estadual apontaram que Caxias do Sul teve a maior alta de assassinatos em abril. Segundo os dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP), foram de seis mortes no mês em 2019 para 12 neste ano.

FEMINICÍDIO

Depois da estabilidade verificada em março, os feminicídios voltaram a crescer em abril. Houve 10 assassinatos de mulheres por motivação de gênero no Estado, quatro a mais (66,7%) do que os seis registrados no mesmo mês do ano passado. Com isso, o número de vítimas no acumulado desde janeiro chegou a 36, total 71,4% acima das 21 registradas no mesmo período de 2019.

Embora a alta ocorra em meio a pandemia da Covid-19, não é possível inferir que o resultado tenha tido influência das medidas de distanciamento social necessárias contra o coronavírus. Isso porque também houve altas, até maiores, em janeiro e fevereiro, antes das restrições preventivas à Covid-19 serem implantadas.

Além disso, os demais indicadores de violência contra a mulher reduziram em abril. As ameaças passaram de 3.085 em 2019 para 2.026 no último mês (-34,3%), as lesões corporais caíram de 1.719 para 1.259 (-26,8%), os estupros diminuíram de 107 para 78 (-27,1%) e as tentativas de feminicídios reduziram de 37 para 18 (-51,4%).


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *