Faixa Atual

Título

Artista


Flores da Cunha registra caso importado de dengue

Escrito por em abril 30, 2021

A pessoa infectada apresentou sintomas após ter viajado para outra cidade

A prefeitura de Flores da Cunha, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), confirma a existência de um caso importado de dengue no município. A pessoa apresentou sintomas após ter viajado para outra cidade. A doença é transmitida pela picada do mosquito Aedes Aegypti – também transmissor da febre amarela, chikungunya e zika vírus.

A SMS reforça a importância de redobrar os cuidados em possíveis locais e objetos que possam acumular água, eliminando qualquer ambiente propício para que a fêmea do mosquito deposite seus ovos.

No município, a Vigilância Ambiental em Saúde, por meio dos Agentes de Endemias devidamente uniformizados e identificados, visita residências e estabelecimentos a fim de evitar a proliferação do mosquito. Em caso de possível criadouro, a Secretaria de Saúde deve ser comunicada pelo telefone (54) 3292-6800.

Veja alguns cuidados de prevenção à proliferação do Aedes Aegypti:
– Não acumule lixo nos pátios e nem jogue lixo nas vias públicas ou em terrenos baldios;
– Mantenha as lixeiras fechadas e os ralos limpos, fechados ou com telas;
– Mantenha os reservatórios de captação da água da chuva sempre fechados;
– Evite manter prato nos vasos de plantas, caso seja necessário, inspecione semanalmente (para vasos externos, o ideal é que não possuam pratos. Nas áreas internas, pode ser colocado areia no prato);
– Lave os potes de água e comida do seu animal de estimação com escovas, água e sabão, esfregando bem nas bordas;
– Inspecione e mantenha limpas as calhas de sua residência para que elas não represem água;
– As piscinas em período de uso devem receber tratamento adequado com cloro;
– Para as piscinas sem uso frequente, cobrir com capa ou tela de proteção e manter o tratamento com cloro;
– Retire a água acumulada atrás da máquina de lavar roupas, geladeira e ar-condicionado;
– Atenção com bromélia, babosa e outras plantas que podem acumular água;
– As lonas usadas para cobrir objetos devem estar bem esticadas, para evitar formação de poças d’água;
– Não deixe pneus, garrafas, potes, baldes ou recipientes que possam acumular água da chuva em áreas abertas, eles comumente são focos do Aedes Aegypti.


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *