Faixa Atual

Título

Artista


Festival Internacional Sesc de Música começa em Pelotas

Escrito por em janeiro 21, 2020

A edição 2020 oferece uma extensa programação cultural gratuita

Foto: Rafael Varela/Ascom Sedac

A 10ª edição do Festival Internacional Sesc de Música começou oficialmente na noite de segunda-feira (20/1) em Pelotas. A secretária da Cultura, Beatriz Araujo, representou o governador Eduardo Leite na abertura do evento, no Theatro Guarany. Em um discurso breve e de exaltação aos músicos da Orquestra Jovem Sesc Pará, ela ressaltou o papel do Sesc no fomento à cultura e ressaltou que “o governo do Estado está feliz com mais essa realização do festival em Pelotas”.

A edição 2020 oferece uma extensa programação cultural gratuita. O festival, já consolidado no calendário do município, levará à comunidade pelotense espetáculos em diversos espaços públicos, como hospitais, asilos, praças, igrejas e locais tradicionais, entre eles o próprio Theatro Guarany que, em 2020, completa 99 anos.

A 10ª edição do festival, que se estende até 31 de janeiro, conta com mais de 50 professores vindos de 14 países, alguns deles integrantes das mais reconhecidas orquestras europeias. Eles darão aulas no período da manhã a quase 400 estudantes de música. Foram mais de mil inscritos, provenientes de 22 estados brasileiros e de países da América Latina.

Orquestras e grupos comunitários levarão música de concerto a diversos cantos de Pelotas. Uma prévia foi apresentada já na noite desta segunda-feira, na abertura do festival, quando a Orquestra Jovem Sesc Pará subiu ao palco com seus 72 integrantes. 

Intercâmbio cultural

O evento é uma oportunidade de constatar que a música é uma linguagem universal, capaz de reunir instrumentistas, regentes e cantores que se encontram pela primeira vez em Pelotas. O festival reúne músicos de países tão diferentes quanto Argentina e Bielorrúsia, Brasil e Noruega, Japão e Nova Zelândia, que fazem parte de algumas das principais orquestras do mundo.

Jovens músicos – muitos deles em situação de vulnerabilidade social – vindos de Mato Grosso do Sul, Maranhão, Minas Gerais, Piauí, Rio Grande do Norte, Roraima e Sergipe formarão a Orquestra Jovem Sesc e terão a oportunidade de ver de perto as possibilidades que são abertas pela dedicação ao estudo da música. 

De acordo com a organização do evento, a proposta deste ano é valorizar o rico patrimônio arquitetônico de Pelotas e a sua tradição musical e cultural, com uma origem que remonta ao tempo das charqueadas. O evento também procura derrubar as barreiras entre a música de concerto e a música popular ao incorporar ritmos contemporâneos. Entre os destaques da programação está um concerto da Orquestra de Câmara do Theatro São Pedro com Kleiton & Kledir, em comemoração aos 40 anos de carreira da dupla.

A realização do festival é do Sistema Fecomércio-RS/Sesc, com apoio institucional da prefeitura de Pelotas e apoio cultural de UFPel, UCPel, Faculdade Senac, Bibliotheca Pública Pelotense, Unisinos, Ospa, Expresso Embaixador, Ecosul, Café 35 e Biri Refrigerantes.

Texto: Rafael Varela/Ascom Sedac
Edição: Secom


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *