Faixa Atual

Título

Artista


Estudantes e professores da Rede Municipal de Ensino de Caxias do Sul terão acesso a internet

Escrito por em novembro 11, 2020

Edital será lançado em dezembro deste ano e vai beneficiar 50 mil usuários com previsão de iniciar em janeiro de 2021

Precisamos qualificar as salas de aula. Temos mais de seis mil estudantes sem acesso a internet e entendemos que o programa deve ser oferecido para todos. A afirmação é da secretária municipal de Educação de Caxias do Sul, Flávia Vergani em coletiva de imprensa na tarde desta terça-feira (10), no salão nobre do Centro Administrativo. São cerca de 44 mil alunos matriculados na rede do município sendo em torno de 30 mil no ensino fundamental em 81 escolas de Ensino Fundamental do município e 45 em gestão compartilhada.

Com a ferramenta, os participantes poderão assistir e interagir em aulas online e acessar os conteúdos propostos pelas escolas do município. Até o momento, os estudantes recebem material impresso, que é retirado semanalmente nas escolas. O processo está avaliado em R$ 600 mil. “É um projeto inédito que vai possibilitar os estudos síncronos e híbridos”, afirma a secretária.

Retorno das aulas presenciais

Flávia também lembra que o calendário do ano letivo 2020 se encerra em 30 de dezembro deste ano e ainda não há data definida para o recomeço em 2021. A Secretaria Municipal de Educação (Smed) enviou cinco propostas para votação nas escolas municipais visando a retomada. Entre as alternativas estão a retomada das aulas em 19 de fevereiro, com férias de inverno entre 16 e 30 de julho. Outra é de que as aulas recomecem antes, em 4 de fevereiro, e que os dias de descanso no inverno sejam entre 5 de julho e 3 de agosto. Uma das ideias apresentadas também é que o retorno seja em 4 de fevereiro, com férias durante todo o mês de julho. Há, ainda, a alternativa de iniciar em 5 de março.

As direções escolares terão até o próximo dia 16 para apresentar a escolha. Depois disso, a Smed fará uma compilação dos votos para definir qual a proposta de data mais aceita. As escolas estão na fase de elaboração de planos de contingência, que serão enviados à prefeitura, onde passará por etapas até a aprovação para retorno presencial.

Reforço de professores

Preocupada com a aprendizagem dos estudantes, prejudicada este ano em função da pandemia da Covid-19, a secretária também destacou que todas as escolas vão receber mais três profissionais para reforçar o ensino pedagógico. “É um projeto específico para alfabetização tanto nas escolas como individualmente para aqueles alunos que em 2020 tiveram dificuldades de assimilar os estudos. Além disso, teremos um profisisonal para atender na biblioteca no turno da noite para seis escolas do EJA (Ensino Jovem e Adulto)”, salienta Flávia.

Novas escolas

A secretária também anunciou a inauguração de duas novas escolas municipais de ensino fundamental em dezembro. A São Genaro na Rota Nova, em São Giácomo, para 600 estudantes com um investimento de R$ 5.800 mil e a Escola Municipal de Ensino Fundamental Desvio Rizzo que vai atender 1.200 alunos com investimento de R$ 93 mil localizada na faculdade Anhanguera em uma parceria de aluguel com a instituição renovável anualmente. As vagas já estão abertas na Central de Matrícula.

Ainda no próximo mês será inaugurada a Escola de Educação Infantil Santa Tereza Guadalupe também no bairro Desvio Rizzo em fase final de obra que vai atender 80 alunos em turno integral ou 160 em dois turnos cujo investimento é de R$ 1 milhão e 276 mil. Outras também na educação infantil como a São Caetano e Morada dos Alpes, as obras estão bem encaminhadas.

Ouça entrevista com a secretária de Educação, Flávia Vergani

Fotos: Rogério Costanza/Grupo Solaris

Secretária Flávia Vergani fez anúncios em coletiva de imprensa nesta terça-feira

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *