Faixa Atual

Título

Artista


“Estou me sentindo em casa”, diz novo bispo de Caxias do Sul

Escrito por em setembro 9, 2019

Dom José Gislon assumiu a Diocese em uma bonita cerimônia realizada na tarde deste domingo na Catedral Santa Tereza

No dia em que completou 85 anos, a Diocese de Caxias do Sul ganhou um novo bispo. Dom José Gislon, 62 anos, tomou posse na tarde deste domingo, dia 8, em uma cerimônia que durou cerca de três horas prestigiada por centenas de fiéis que lotou a Catedral Santa Tereza, entre religiosos que vieram de várias cidades do Estado, além de autoridades como o prefeito Daniel Guerra, o ex-governador José Ivo Sartori entre outros.

Gislon é o quinto religioso a comandar a Igreja Católica na Serra. Ele sucede a Dom Alessandro Ruffinoni, que teve que se aposentar aos 75 anos de idade conforme Código de Direito Canônico da Igreja

Em sua primeira fala como bispo da Diocese de Caxias, o catarinense Dom José que deixou o bispado de Erechim onde estava há sete anos e era muito querido pela comunidade, destacou a vocação em amar e servir à comunidade e pediu para que cada um também ame a Deus e ao próximo e que as pessoas tenham Jesus em suas vidas.

Dom Gislon destacou a vocação em amar e servir a comunidade

A Diocese de Caxias do Sul possui 73 paróquias, um santuário diocesano e 983 comunidades. Conforme o novo bispo, o primeiro passo será conhecer como funciona e de que forma trabalha a Diocese. “Esse povo de Deus é um povo a caminho, que tem a sua história, também a Diocese tem o seu plano pastoral que está em andamento. E nós vamos caminhar com a Diocese, depois na medida que vamos conhecendo, se precisar propor mudanças, vamos propor. Mas, vamos fazer junto com o clero, com as lideranças e com todo esse povo que caminha nessa igreja diocesana”, afirmou.

Acompanhe momento em que Dom Alessandro passa o báculo para Dom Gislon

Dom José também recebeu o carinho dos irmãos da agora antiga comunidade. Cleocir Bonetti, vigário-geral de Erechim, usou duas palavras para defini-lo: ternura e vigor. “Um bispo exigente, firme, perspicaz, arrojado, sabe onde quer chegar. Um homem sem preguiça, presente na vida da sociedade, porque entende que a Igreja não é alheia a outras instituições. O que dizer de um bispo que acorda bem cedo e depois de cumprir suas responsabilidades, faz um bolo e leva para os colaboradores da cúria às 7h30min?”, destacou.

Cerca de 120 religiosos de vários lugares do Estado estiveram prestigiando a cerimônia

Durante coletiva de imprensa após o cerimonial Dom Gislon também afirmou que sua transferência para Caxias do Sul é mais uma etapa de sua missão. “Estou me sentindo em casa aqui e vou caminhar com esse povo com alegria. Eu sempre lembro São Francisco ele diz que em qualquer lugar do mundo, se tiver só um pão ele será dividido entre o povo e o frade. Então, se você se dedica, o povo nunca te deixa só, sempre vai caminhar contigo e te ajudar na caminhada”, frisou.

Fotos: Rogério Costanza/Grupo Solaris

Ouça entrevista com Dom José Gislon

Novo bispo (d) sucede a Dom Alessandro Ruffinoni (e) que se aposentou aos 75 anos de idade

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *