Faixa Atual

Título

Artista


Estão adiantadas as obras da calçada em frente à prefeitura de Antônio Prado

Escrito por em maio 3, 2021

Segundo Tatiane, o atraso na retomada da execução se deu principalmente por problemas da empresa

Com quatro meses de atraso, deveria estar prontas em 04 de janeiro deste ano, obras de aterramento da fiação e calçada em frente à prefeitura de Antônio Prado foram retomadas e já exista previsão para termino.

Licitada em 2020, na administração anterior, ouve a retirada da calçada antiga somente no final de dezembro. Retomados os trabalhos em janeiro, foram paralisados por apresentarem, além de outros,  problemas no acabamento.

Em conversa com a secretária de planejamento, Tatiane Martello, questionamos a demora do reinício da obra e os problemas que foram constatados no antigo projeto.

Segundo Tatiane, o atraso na execução se deu principalmente por problemas da empresa que foi vencedora da licitação. No início do ano foi enviada para a cidade uma equipe de duas pessoas terceirizadas para executar da obra, que não proveram um serviço de qualidade principalmente na execução da calçada.

“Ao analisarmos o conjunto, obra/ esboço percebeu-se que os projetos de aterramento da fiação estavam incompletos. Foi feito somente projeto de aterramento da fiação de energia elétrica, mas não da fiação de internet e telefonia. Também não estavam previstas as entradas de energia para as edificações da rua, apenas para o prédio da Prefeitura Municipal”, afirma a secretária.

Ainda de acordo com a secretária, foi iniciada a produção dos projetos complementares, o que não impedia a continuação da obra. Porém, a empresa mesmo sendo cobrada insistentemente pela Secretaria de Planejamento, inclusive com notificação extrajudicial, só retomou a obra no início de abril, desta vez com uma equipe própria e mais qualificada para execução.

O valor da verba e a origem da verba

Valor da Emenda Parlamentar partiu do deputado federal Afonso Hamm, originada do Ministério do Turismo, num total de R$ 232.630,95.

Tatiane esclarece que o valor do contrato com empresa vencedora da licitação para execução da obra foi de R$ 188.126,11. Além desta importância, a empresa sinalizou um pedido de reequilíbrio econômico financeiro, que ficará em torno de R$ 50.000,00. Somado a isso vieram valores do projeto complementar de entrada de energia nas edificações e aterramento (da lógica??), acrescendo mais R$ 6.000,00.

Somado a isso a Caixa Econômica Federal cobrou mais R$ 1.700 reais para alteração do projeto inicial.

Segundo a secretária, o valor da emenda não pode ser utilizado para todas estas complementações, apenas para o pagamento do valor do contrato com a empresa R$ 188.126,11. Todo o restante será pago com o Recurso Livre da prefeitura valor da emenda deve retornar para a União. para complementação a prefeitura tirou dos cofres o valor de R$ 57.700 reais.

Previsão de finalização

Tatiane acha difícil estimar a data de finalização da obra, pois a parte da elétrica depende de aprovações e liberações da RGE. A parte de infraestrutura que envolve o passeio, a previsão é para 15 dias estar finalizado. O prazo do contrato com a REGOV Caixa vai até 30 de julho deste ano.

Informações e Imagens/Assessoria de Imprensa


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *