Faixa Atual

Título

Artista


Estado homologa situação de emergência em Caxias do Sul devido à estiagem

Escrito por em junho 19, 2020

Governo do Estado publicou decreto esta semana para área rural do município

O governo do Estado homologou situação de emergência em toda área rural de Caxias do Sul em função da estiagem. O decreto foi publicado na quarta-feira, dia 17, no Diário Oficial gaúcho. Para o titular da Secretaria Municipal da Agricultura, Valmir Susin, a homologação vinha sendo aguardada com muita expectativa, tanto pelo Poder Público Municipal, como pelos agricultores atingidos pela seca.

Conforme Susin, a partir de agora ficam facilitados processos como renegociação de dívidas e também a contratação de novos financiamentos. De acordo com levantamento da SMAPA, praticamente todas as famílias do meio rural tiveram algum tipo de problema relacionado à estiagem. O dado mais grave é que cerca de quatro mil pessoas ficaram sem água para consumo humano. Por isso foi tomado um conjunto de ações emergenciais e excepcionais, como abastecimento com caminhões-pipa e a compra e instalação de 80 caixas d’água de cinco mil litros cada em localidades específicas do interior (foto). O trabalho foi realizado em parceria com o Samae.

Paralelo a isto, a SMAPA executou mais de 60 proteções de fontes entre os meses de fevereiro e junho de 2020 por meio do Programa Água Limpa. As proteções de fontes possibilitaram abastecimento de dezenas de famílias com água de qualidade e boa vazão. A maioria dos trabalhos foi na região de Vila Seca e Criúva. Mas também houve proteção de fontes em outras localidades, como Forqueta e Terceira Légua.

A SMAPA realizou um levantamento de perdas na agricultura em função da seca, em conjunto com a Emater. De acordo com o documento, os prejuízos alcançaram cerca de R$ 100 milhões, com maiores danos às produções de maçã, milho e uva.

Foto: Ivan Miguel Feijó/Ass.Imprensa Prefeit.

Fonte: Ass.Imprensa Prefeit.

Foram compradas 80 caixas d’água de cinco mil litros cada em localidades do interior

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *