Faixa Atual

Título

Artista


Escolas suspendem aulas a partir de quinta-feira em Flores da Cunha

Escrito por em março 16, 2020

Medida é por tempo indeterminado e atinge as escolas de ensino infantil, fundamental e médio

Foi confirmada na tarde desta nesta segunda-feira, dia 16, a suspensão das aulas a partir de quinta-feira, dia 19, nas escolas da rede municipal e estadual de ensino em Flores da Cunha. Na terça e quarta feira, dias 17 e 18, as aulas seguem ocorrendo normalmente. A medida, adotada para evitar a propagação do coronavírus deve se manter por tempo indeterminado e atinge os três níveis de ensino: infantil, fundamental e médio.

A definição da suspensão das aulas nas Escolas Municipais em Flores da Cunha foi confirmada após reunião no gabinete do prefeito de Lídio Scortegagna, com a presença do Comitê de Operações Especiais, da secretária de saúde em exercício, Elizabete Uliana Ascari e da secretária de educação, Ana Paula Zamboni Weber. As aulas estão canceladas a partir de quinta-feira na rede municipal, que compreende as 11 escolas do ensino infantil e fundamental.

Já o governador Eduardo Leite anunciou, na manhã desta segunda a suspensão das aulas da rede estadual também a partir da quinta-feira. Nos próximos dias os professores e direção das escolas devem fazer reuniões para se preparar para que essa suspensão ocorra com o mínimo transtorno possível aos alunos e pais e para programar como as escolas operarão durante a paralisação.

“Não há motivo para pânico. Todas essas políticas estão sendo estabelecidas para retardar o avanço do vírus. É uma demonstração importante para que as pessoas redobrem os cuidados e possamos diminuir a velocidade da disseminação do coronavírus e, assim, mantenhamos os casos complexos dentro da capacidade de atendimento da nossa rede de saúde”, explicou o governador em uma transmissão ao vivo pelas redes sociais.

O governo ressalta que, os alunos receberão tarefas para serem feitas em casa e que, por enquanto, não está prevista a antecipação das férias. Além disso, o governo do Estado fará reuniões com representantes municipais, do setor de transportes e da iniciativa privada para que sejam adotadas medidas em todas as instâncias de forma a evitar aglomerações e deslocamento simultâneo de muitas pessoas em ambientes públicos e/ou coletivos.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *