Faixa Atual

Título

Artista


Enfermeira da Vigilância Epidemiológica de Antônio Prado fala sobre imunização

Escrito por em julho 22, 2022

Em entrevista a profissional informou e reforçou sobre a vacinação da Covid-19 e Influenza

Na manhã de hoje (22), a enfermeira chefe da Vigilância Epidemiológica de Antônio Prado, Natali Zen foi entrevistada no programa Solaris Mais, da 97.3FM.

A enfermeira iniciou o bate-papo explicando que o município segue com vacinação contra Covid-19 e Influenza, mas que nas últimas semanas a procura diminuiu.

Zen apresentou dados sobre a aderência a imunização até o momento em que 53% da população em geral possui o esquema vacinal contra o coronavírus completo. Crianças entre 5 e 11 anos que possuem a primeira e segunda doses chegam a 32% e os idosos são a parcela maior com 80% de pessoas com o esquema completo. “Tratam-se de uma parcela bem consciente e preocupada com sua saúde procurando mais a vacinação do que outras faixas etárias.”

Segundo a profissional estudos mostram que a vacina precisa ser reforçada com as doses devido aos os anticorpos que diminuem sua eficácia com o tempo e novas variações do vírus vão surgindo.

Ela também informa a população sobre o início da vacinação de crianças entre 3 e 4 anos que ocorrerá no município amanhã com a aplicação do imunizante da Coronavac.

“É uma vacina bem segura e existem vários estudos que mostram que ela alcança 96% dos anticorpos com a aplicação das duas doses. É importante ressaltar que ela foi testada pela Anvisa e demais entidades que deram parecer favorável a sua utilização em crianças.

Para vacinar as crianças os pais precisar fazer o agendamento nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) Aparecida pelo telefone (54) 3293-1634 e Centro (54) 3293-5665.

Zen explica que após vacinadas as crianças não precisam mais aguardar 20 minutos no posto como anteriormente, ação que era recomendada devido a possíveis reações que não foram observadas, nem há mais necessidade de fazer um intervalo para aplicação de outras vacinas.

E finaliza a entrevista reforçando os cuidados preventivos que ainda são muito importantes como lavar as mãos, uso de álcool e máscara se apresentar sintomas gripais e a aplicação da vacina.

“O foco é o coletivo, sei que muitas pessoas são contra a vacina, mas percebemos que ela é segura e funciona e mesmo as pessoas saudáveis é importante se vacinar pelos familiares mais sensíveis.”


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *