Faixa Atual

Título

Artista


Efeitos do coronavírus adiam cobrança de novas tarifas de pedágio da EGR para junho

Escrito por em abril 1, 2020

A redução nos valores será aplicada em 12 das 14 praças da Empresa Gaúcha de Rodovias

As mudanças nas tarifas de pedágio da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), inicialmente previstas para abril, começarão a valer em junho. A prorrogação teve como motivo os efeitos da pandemia do novo coronavírus.

Aprovada em fevereiro pelo Conselho Gestor do Programa de Concessões e Parcerias Público-Privadas do Governo do Estado, a nova tabela prevê redução de 10% nas tarifas para veículos de passeio, que correspondem a 82% dos usuários das rodovias administradas pela EGR. No caso dos veículos de carga, que representam 18%, haverá reajuste de 51,8% nos valores.

A mudança acompanha o modelo adotado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que multiplica o valor da tarifa básica pelo número de eixos dos veículos. De acordo com o cálculo usado hoje pela EGR, um eixo de veículo de carga equivale a 0,59 da tarifa básica.

A redução nos valores será aplicada em 12 das 14 praças da EGR: Boa Vista do Sul, Candelária, Coxilha, Cruzeiro do Sul, Encantado, Flores da Cunha, Gramado, Santo Antônio da Patrulha, São Francisco de Paula, Três Coroas, Venâncio Aires e Viamão. A exceção são os pedágios de Campo Bom e Portão, onde a tarifa básica será mantida, pois já é mais baixa.

Na ERS-135, em Coxilha, a cobrança passará a ser realizada nos dois sentidos da rodovia, com tarifa de R$ 4,40 para veículos de passeio. A medida atende a um pedido das prefeituras da região, possibilitando a execução de obras necessárias no trecho.

Fonte: Grupo Solaris com informações do Governo do RS.

Marcado como

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *