Faixa Atual

Título

Artista


“É uma operação de guerra”, diz o prefeito de Caxias do Sul

Escrito por em março 18, 2020

Flávio Cassina assinou decreto que estabelece fechamento de lojas de shoppings, academias e redução da frota e horários de ônibus para evitar pandemia do coronavírus

Fechamento de academias, lojas de shoppings e suspensão de eventos em casas noturnas. Estas algumas das medidas drásticas apontadas pela prefeitura de Caxias do Sul e anunciadas em coletiva de imprensa na tarde desta quarta-feira, dia 18, no Salão Nobre e decretadas pelo prefeito Flávio Cassina com validade a partir desta quinta-feira com o objetivo de conter a pandemia do coronavírus. Até o momento, existe um caso confirmado do Covid 19 na cidade, um curado, 14 descartados e 25 suspeitos. “É uma operação de guerra”, disse Cassina.

Os decretos com as restrições já estão no Diário Oficial do Município, em edição extra. Conforme o decreto, a partir desta quinta-feira, dia 19,  funcionarão apenas as praças de alimentação, supermercados e farmácias dos shoppings (as lojas estarão fechadas). O comércio de rua estará aberto, mas com orientação de reduzir em 50% a demanda de público e com higienização com álcool gel a cada três horas. O mesmo vale para  restaurantes, bares, padarias, lancherias e similares e serviços em geral com distância de mesas de dois metros entre elas. “Sabemos o impacto que vai causar na nossa economia, mas só assim, com estas medidas severas vamos enfrentar este desafio e combater o avanço do coronavírus”, salientou o prefeito Cassina.

Penalidade

Os velórios também terão sua capacidade reduzida em 30% na capela mortuária, além de suspensão imediata de eventos em casas noturnas, boates, clubes, CTGs, salões comunitários, restaurantes noturnos, salão de baile, de jogos, parques de diversão, festas e recreação, sedes esportivas; academias e quadras poliesportivas, teatros, museus, cinemas e bibliotecas. Os eventos em áreas públicas e privadas estão com alvarás suspensos. “Quem descumprir a determinação, pagará multa. O decreto é por tempo indeterminado”, enfatizou o secretário de Urbanismo, João Uez.

A multa varia de R$ 17.970,00 a R$ 34.500. “Sabemos que não temos como fiscalizar todos os estabelecimentos, por isso contamos com a colaboração da comunidade. Nosso conselho é que as pessoas fiquem casa. Não promovam eventos como casamentos, formaturas e afins”, afirmou Uez.

Denúncias de quem não cumprir o decreto podem ser informadas à prefeitura pelo telefone 156 ou 3218-3139.

Foto: Fabiana de Lucena/Ass.Imprensa Prefeit.

Flávio Cassina anunciou medidas em coletiva de imprensa nesta quarta-feira no Salão Nobre

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *