Faixa Atual

Título

Artista


Dia das Mães deve ter queda de vendas em Flores da Cunha

Escrito por em maio 7, 2020

Data será comemorada neste domingo, mas lojistas não estão otimistas

O Dia das Mães geralmente movimenta a economia de uma série de restaurantes e outros estabelecimentos, mas neste ano será desfrutado de forma diferente. A pandemia do novo coronavírus não traz otimismo nas vendas para os lojistas nesta que é a segunda data mais importante para o comércio varejista depois do Natal e que será comemorada neste domingo, dia 10 de maio. Em Flores da Cunha a queda de venda deverá ser em torno de 18% a exemplo de Caxias do Sul e apontamento da Federação do Comércio do Rio Grande do Sul. O covid-19 afetou o comércio em cheio.

A perspectiva do presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Flores da Cunha não é nada animadora. Mesmo sem fazer uma projeção de percentual, Jásser Panizzon acredita que a redução não vai fugir do índice calculado pela CDL Caxias e Fecomércio-RS. “É muito cedo para se ter uma estimativa de queda porque estamos há poucas semanas do retorno das atividades, diferentemente da Páscoa que tem como característica a venda de produtos típicos em segmentos considerados essenciais, como supermercados, que permaneceram abertos desde o início do surto de Covid-19”, explica.

No entanto, o presidente da CDL entende que ainda embora muitos vislumbrem resultados bastante negativos, a estimativa é de que o distanciamento social possa manter as vendas em um patamar razoável e que as mães serão presenteadas de uma certa forma. “Apesar da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus, as pesquisas nacionais mostram que 85% dos filhos pretendem presentear suas mães nesta data que é uma das mais importantes para o varejo. Quase 60% das pessoas entrevistadas pela Behup/Globo relataram que esse novo contexto social aumentou a importância da comemoração dessa data. o que nos dá certo ânimo. É claro que isso vai depender do esforço do comerciante em impulsionar suas vendas e achar mais meios de tocar o consumidor como prazo, entrega, atendimento à distância, etc.”, avalia Panizzon.

Apesar do coronavírus mães serão presenteadas, segundo pesquisa da Fecomércio RS

Em pesquisa realizada pela Fecomércio-RS (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Rio Grande do Sul) com 633 pessoas nas cidades consideradas macros no Estado como Santa Maria, Porto Alegre, Caxias do Sul e Pelotas, concluiu-se que mesmo em meio a situação de crise, 60% dos participantes vão efetuar compras para o dia das mães deste ano de 2020.

Dentre os principais motivos alegados por quem vai gastar menos ou mesmo vai deixar de consumir, 25% disseram estar relacionado a pandemia, 13% devido a motivos de economia e 10% por não poder sair de casa e 13% afirmaram estar desempregados(as) ou sem dinheiro.

Fotos: Jeferson de Freitas/Grupo Solaris

Flores da Cunha deve ter baixa de vendas em cerca de 18% comparado com 2019

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *