Faixa Atual

Título

Artista


DetranRS identifica que 28% dos motociclistas envolvidos em acidentes com morte não eram habilitados

Escrito por em janeiro 7, 2021

Foram analisados 1.471 acidentes fatais

Um estudo realizado pelo DetranRS sobre acidentes de trânsito com mortes em 2019 apontou que 27,7% dos motociclistas envolvidos não tinham Carteira Nacional de Habilitação. Entre os motoristas de quatro rodas, o índice foi de 8,3%. Passaram por análise 1.471 acidentes fatais, com 1.617 mortos e 1.888 condutores e motociclistas envolvidos, ativamente ou não, nos acidentes. Pelo menos 249 pessoas (13%) que conduziam veículo automotor no momento do acidente não passaram por um processo de primeira habilitação, com aulas teóricas e práticas.

Os dados apurados pelo DetranRS alertam para a importância do processo de formação de motoristas. “Não ter a formação adequada é um fator de risco altíssimo, principalmente para motociclistas. A habilitação com um instrutor qualificado em um Centro de Formação de Condutores é crucial na prevenção de acidentes. Precisamos agir para trazer esses motociclistas para dentro do sistema de trânsito”, avalia o diretor-geral do DetranRS, Enio Bacci.

A partir da análise dos índices de condutores e motociclistas não habilitados envolvidos em acidentes fatais no Rio Grande do Sul em 2019, o DetranRS buscou identificar onde o problema estava mais concentrado.

As vias municipais concentraram a maior parte dos acidentes com morte envolvendo não habilitados: 57,2% desses acidentes ocorreram dentro das cidades (para o total dos acidentes, o percentual é de 41,3%). As vias estaduais e federais concentraram 42,8% dos acidentes com não habilitados, percentual menor que no total dos acidentes: 58,7%.

Em relação ao dia da semana, se observou um aumento na proporção de motoristas não habilitados envolvidos em acidentes aos domingos: de 18,2% do total de acidentes registrados no Estado para 25,2% com envolvimento de não habilitados. Em contrapartida, nas quartas e quintas observou-se redução na soma dos índices de não habilitados, passando de 24,8% para 14,8%.

Fonte: Governo do RS


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *