Faixa Atual

Título

Artista


Delegado orienta população para cuidados contra “golpe do cartão”

Escrito por em abril 16, 2021

Luciano Righês concedeu entrevista à Rádio Solaris 97.3

Os crimes de estelionato se modificam a todo o momento e, apesar das constantes informações sobre os cuidados, todos estão sujeitos a serem vítimas. Nesta semana, uma série de ocorrências do “golpe do cartão” tem sido confirmadas na Serra Gaúcha.

Em entrevista à Rádio Solaris, o Delegado Luciano Righês, titular da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO) de Caxias do Sul, destacou que o golpe ocorre da seguinte forma:

Uma pessoa, se passando por Serviço de Atendimento ao Consumidor, entra em contato com a vítima por ligação telefônica, as vítimas são, em sua maioria, idosos. Assim, solicitam os dados cadastrais da conta dizendo que foram utilizados em outra cidade ou Estado, com o gasto de altos valores. Na sequência, outro indivíduo vai até a casa da vítima e colocam em um protocolo fictício os dados da pessoa, juntamente com as senhas e o cartão, alegando que farão o cancelamento do mesmo e entregarão um novo. Dessa forma, realizam as transferências e consumam o golpe.

O Delegado passa algumas orientações, informando que nenhum banco manda alguém na casa de clientes para pegar cartões ou dados cadastrais. Dessa forma, não é correto entregar documentos bancários ou senhas.

Vítimas do golpe tem perdido altos valores, entre R$ 9 mil e R$ 20 mil.

Os familiares devem estar atentos e orientar aos idosos o risco de golpe. Caso consigam êxito na ação, os criminosos usam os valores para financiar outros crimes.

Em caso de dúvida, é aconselhado que as pessoas procurem o banco antes de passar dados pessoais.

Confira a entrevista completa

Fonte: Grupo Solaris – Repórter Luiz Augusto Filipini


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *