Faixa Atual

Título

Artista


Defesa Civil de Caxias do Sul faz balanço dos estragos causados pela chuva

Escrito por em julho 2, 2020

Dez bairros da cidade foram os mais castigados desde segunda-feira com o ciclone bomba que atingiu o Estado

A Defesa Civil de Caxias do Sul registrou ocorrências em dez bairros da cidade desde a madrugada da última segunda-feira devido à bomba ciclone que atingiu o Rio Grande do Sul. São eles Ana Rech, Forqueta, Kayser, Fátima, Vila Lobos/Verguieiros, Reolon, Monte Carmelo, Cruzeiro, Serrano e Nossa Senhora das Graças com registros de deslizamentos de terra, alagamentos e destalhamentos.

Segundo o coordenador da Defesa Civil e diretor da Secretaria de Segurança Pública e Proteção Social, Alexandre Bortoluz, foram usados dois rolos de lona de 20 metros para amenizar os estragos nas residências. “Com a melhora do tempo, a Secretaria de Obras e Serviços Públicos que já está trabalhando nos locais, vai intensificar o conserto desses pontos atingidos”, informa. Não há registros de feridos.

No Estado

Subiu de 23 para 27 o número de cidades afetadas pela passagem do ciclone extratropical no Rio Grande do Sul. O número de pessoas fora de casa segue em 2.331 em todo o Estado. De acordo com a mais recente atualização da Defesa Civil Estadual, divulgada nesta quinta-feira, dia 2, são 94 pessoas desabrigadas (em espaços públicos) e outras 2.237 desalojadas (em casas de amigos e parentes).

O levantamento aponta ainda que 1.768 residências tiveram danos em razão do temporal. A situação mais complicada segue sendo é a de São Sebastião do Caí onde 1.150 pessoas estão desalojadas e outras 74 abrigadas em um ginásio por conta da cheio do rio Caí. É o único município gaúcho, até o momento, com registro oficial de inundação. Os demais contabilizam danos em função do vendaval, chuvas intensas e granizo.

Fotos: Defesa Civil Caxias do Sul/Divulgação


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *