Faixa Atual

Título

Artista


Decreto de calamidade pública continua em vigor em Flores da Cunha

Escrito por em março 25, 2020

A avaliação do Prefeito e do Centro de Operação de Emergência é de que as medidas de segurança devem continuar sendo adotadas

Continua em vigor na cidade de Flores da Cunha, o decreto de calamidade pública editado no último sábado, dia 21, pelo prefeito Lídio Scortegagna. O comunicado sobre a continuidade das medidas listadas no documento, foi encaminhado à imprensa na manhã desta quarta-feira, dia 25. A suspensão das atividades do comércio, indústria e construção civil, o toque de recolher e o isolamento domiciliar, ainda devem ser respeitados. As providências valem até o dia 4 de abril.

Na noite da terça-feira, dia 24, o Presidente da República, Jair Bolsonaro, realizou um pronunciamento em rede nacional de comunicações e defendeu ‘volta à normalidade’ e o fim do ‘confinamento em massa’. Bolsonaro criticou as atitudes de prefeitos e governadores que, segundo ele, “devem abandonar o conceito de terra arrasada, a proibição de transportes, o fechamento de comércios e o confinamento em massa”.

Após a reavaliação das medidas, o prefeito e a equipe do Centro de Operações de Emergência, decidiram por bem, até segunda ordem, manter as restrições e continuar incentivando a população para que permaneça em casa. O decreto 5.828, que segue em vigor, estabeleceu medidas para o enfrentamento da emergência de saúde pública decorrentes do novo coronavírus no município de Flores da Cunha.

Até o momento, a cidade não tem nenhum caso confirmado de Covid-19. Porém, a Secretaria Municipal da Saúde aguarda a resposta de exames coletados em duas pacientes, sendo que uma delas está internada no Hospital Fátima e a outra permanece em isolamento domiciliar. Anteriormente outras duas coletas foram realizadas, mas os testes foram negativos.  


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *