Faixa Atual

Título

Artista


Covid-19: Fiscalização em Antônio Prado tem foco nas denúncias de aglomerações

Escrito por em agosto 28, 2020

Conforme informações, “a fiscalização está ocorrendo de forma intensa, também fora do horário comercial e nos finais de semana”

Com o aumento de casos da Covid-19 em Antônio Prado, parte da população tem feito cada vez mais cobranças ao setor de fiscalização. A reportagem da Rádio Solaris esteve em contato com Marcelo Rigoberto da Silva, fiscal da fazenda municipal. Conforme o profissional, “neste momento o foco da fiscalização é o atendimento às denúncias e às atividades que propiciam aglomeração de pessoas, que oferecem maior risco de contaminação, como: mercados, conveniências, bares e pubs”.

Marcelo explica que, desde março até meados de junho a fiscalização fez um extenso trabalho de orientação nas atividades do comércio, serviços, hotelaria, alimentação, serviços de saúde e agropecuárias. A partir de então, quando as orientações já haviam sido amplamente divulgadas, a fiscalização modificou a abordagem aos locais, deixando de ser apenas orientadora para também ser fiscalizatória, ou seja, cobrando que as medidas fossem seguidas da forma correta.

Conforme o fiscal, “a obrigação do uso de máscaras, a disponibilização de álcool 70% e a higienização das mãos por funcionários, clientes e prestadores de serviços, é a informação de maior conhecimento do público em geral, obtida facilmente pelos meios de comunicação, como: na internet, rádio, TV, jornais, etc., e ainda há raros infratores que descumprem esta obrigação e colocam a responsabilidade de sua infração na falta de orientação, da parte da prefeitura”.

As orientações podem ser acompanhadas ainda pelos portais do Governo do Estado e município, https://distanciamentocontrolado.rs.gov.br/ e  https://www.antonioprado.rs.gov.br/

A fiscalização continua ao dispor para esclarecimentos pelo 3293-5600 e Whatsapp 99684-3655.

Valores das multas

As multas variam conforme a possibilidade de reincidência. Em caso de estabelecimentos que descumprirem as medidas de segurança, o valor da multa é de R$ 485. Caso o descumprimento persista, a multa sobe para R$ 970, podendo haver ainda interdição e cassação do alvará.

Em locais abertos, a fiscalização é de responsabilidade da Brigada Militar de Antônio Prado. Em caso de descumprimento das medidas, é passível aplicação de multa de R$ 72. A reincidência aumenta a multa para R$ 145,50 e R$ 291.

Fonte: Grupo Solaris – Repórter Luiz Augusto Filipini


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *