Faixa Atual

Título

Artista


Coronavírus: Pesquisa iniciada no RS vai ser realizada em todo o país

Escrito por em abril 21, 2020

Ações são coordenadas pela Universidade Federal de Pelotas

Com meta de analisar resultados em 99,7 mil pessoas em 133 cidades brasileiras, o estudo iniciado no Rio Grande do Sul, que visa mapear a evolução do coronavírus, será expandido para todas as demais regiões do Brasil. Serão analisadas as amostras de sangue de 5,5 mil pessoas na Região Norte, 10,5 mil na região Nordeste, 3.750 na região Centro-Oeste, 8.250 na Sudeste e 5.250 na região Sul.

O trabalho está orçado em R$ 12 milhões, valor pago pelo Ministério da Saúde, está previsto para iniciar na próxima semana.

Primeira etapa no RS

A primeira etapa de realização no Rio Grande do Sul teve os resultados divulgados na útlima quarta-feira (15), apontando uma estimativa de 5,6 mil infectados pelo Covid-19 a mais do que os dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde. Conforme atualização da Secretaria de Saúde, o Estado tem 889 casos até o domingo (19). No teste, foi colhida uma amostra de sangue de 4.187 pessoas nas cidades de Porto Alegre, Canoas, Pelotas, Caxias do Sul, Santa Cruz do Sul, Passo Fundo, Santa Maria, Ijuí e Uruguaiana.

No Estado, as próximas etapas da pesquisa serão realizadas de 25 a 27 de abril, 09 a 11 de maio e 23 a 25 de maio.

Os objetivos do estudo nacional

  • Estimar o percentual de brasileiros infectados com o SARS-CoV-2
  • Determinar o percentual de infecções assintomáticas ou subclínicas
  • Avaliar os sintomas mais comumente relatados pelos infectados
  • Analisar a evolução quinzenal da prevalência de infectados no país
  • Obter cálculos precisos da letalidade da doença, através das estimativas do percentual de infectados
  • Estimar recursos hospitalares necessários para o enfrentamento da pandemia, de baixa, média e alta complexidade, por modelagem matemática, a partir das estimativas de prevalência obtidas
  • Permitir o desenho de estratégias de abrandamento das medidas de isolamento social, com base nas estimativas obtidas.

Fonte: Grupo Solaris – Repórter Luiz Augusto Filipini.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *