Faixa Atual

Título

Artista


Comitê de crise e executivo tratam sobre ações de combate ao Covid-19 em Antônio Prado

Escrito por em agosto 28, 2020

Reunião foi convocada pelos vereadores e teve regime de urgência

Após a realização de uma reunião na terça-feira (25), a Câmara de Vereadores de Antônio Prado convocou novo encontro em regime de urgência para a manhã da quinta-feira (27) na sede da câmara, com membros do Comitê de Crise para Combate ao Covid-19 da cidade.

Participaram vereadores, o jurídico da câmara, a Secretária Municipal da Saúde, Odete Rigo Zanotto, acompanhada de profissionais do corpo técnico, assim como a assessoria jurídica da cidade, que prestaram informações e esclarecimentos sobre o combate a pandemia.

No encontro, foram debatidas e levantadas possíveis soluções para a demanda do transporte de pacientes que realizam consultas e procedimentos em hospitais de referência na região, tema que já foi pauta em plenário pelos vereadores nas últimas sessões, e demais ações realizadas no hospital de campanha.

As profissionais da saúde, presentes na reunião, apresentaram amplamente as ações tomadas pela Secretaria da Saúde frente à Covid-19, solicitando o apoio aos vereadores para que juntos trabalhem na conscientização da população acerca do distanciamento social.

Os vereadores por sua vez, questionaram sobre a chegada dos recursos federais para o enfrentamento ao coronavírus, e se os mesmos não poderiam ser utilizados para sanar essa demanda. A resposta ao questionamento é de que os gastos são estabelecidos pela por portaria do Ministério da Saúde. A reportagem da Rádio Solaris já divulgou informações sobre a destinação de recursos federais ao Fundo Municipal de Saúde.

Sobre o atendimento realizado em Antônio Prado, foi explicado que se trata de um atendimento intermediário. “Após o paciente ser estabilizado, seu nome é cadastrado no sistema para leitos de UTI”, explicam as profissionais.

Quanto ao controle epidemiológico, ele é composto por apenas duas profissionais, e caso uma delas estiver afastada poderá comprometer o funcionamento de toda a cadeia de combate à pandemia. Foi destacado que todo paciente tem direito ao atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS), desde que esteja na rede SUS.

Acerca dos testes feitos no hospital de campanha, todos os dias a prefeitura encaminha ao LACEN e a UCS amostras de pacientes para realização do exame RT-PCR.

Com relação ao transporte de pacientes, conforme a Secretária da Saúde, são transportados pacientes pelo SUS e pessoas com plano de saúde e houve um aumento na demanda de transporte, visto que os procedimentos de média e alta complexidade voltaram a ser disponibilizados à população.

Ainda de acordo com Odete, já houve licitação para aumento das vagas através de transporte particular e  informou que já foi dado início a um processo licitatório para aquisição de um carro, porém o jurídico da prefeitura lembrou que se houver falta de vagas no transporte disponibilizado pela Secretaria da Saúde, o paciente que não utiliza o SUS deverá abrir mão de sua vaga.

Sobre os motoristas da secretaria, já houveram afastamentos devido ao Covid-19 e que a maior preocupação continua sendo a falta de médicos.

Os vereadores fizeram considerações acerca da pandemia e enfatizaram também sobre a falta de comprometimento da população, sendo proposto até a realização de uma indicação ao executivo municipal para endurecer as medidas de combate à pandemia.

Fonte: Grupo Solaris – Repórter Luiz Augusto Filipini com informações da Câmara de Vereadores de Antônio Prado


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *