Faixa Atual

Título

Artista


Comércio caxiense cresce pelo quarto mês seguido

Escrito por em outubro 21, 2020

Economia local aumentou em 0,8% em agosto comparado com mês anterior. Comércio teve incremento de 5,7%

O desempenho da economia de Caxias do Sul em agosto, se comparado a julho de 2020, cresceu 0,8%, a quarta elevação consecutiva. O comércio puxou o avanço com 5,7%, seguido pela Indústria com 1,9%. Já o setor de serviços caiu -3,9%. Ao se comparar com o mesmo período do ano passado, em que se elimina a sazonalidade, verifica-se retração de -1,2%. A Indústria cresceu 8,7%, enquanto o Comércio e Serviços apresentaram desempenho negativo de -16% e -10,6% respectivamente.

O desempenho econômico do município foi divulgado pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Caxias do Sul em coletiva virtual de imprensa junto à Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC Caxias), nesta quarta-feira (21).

Em relação a agosto do ano passado, a indústria teve crescimento de 8,7%, mas comércio e serviços não conseguiram sair do negativo. “A indústria é o setor que está se recuperando mais rapidamente nesta pandemia”, disse a diretoria de Economia, Finanças e Estatística da CIC Caxias Maria Carolina Gullo.

Para o assessor de economia e estatística da CDL Caxias do Sul, Mosár Leandro Ness, os números mostram que a economia tem demonstrado uma retomada gradual, mas ainda lenta quando a base de comparação é com o mesmo período do ano passado.  “O crescimento pelo quarto mês consecutivo aponta para um caminho de recuperação das vendas de uma forma mais consistente, continuada, mas ainda muito distante dos patamares de 2019. Ao contrário de abril, em que ocorreu uma forte retração em todos os setores, os indicadores de maio, junho e julho já apontavam para uma leve aceleração, destacam-se as vendas a varejo, pelos dados do cartão de crédito, fluxo em rodovias, vendas de automóveis e caminhões e elevação do nível de confiança, que é um fator fundamental em todo o processo de retomada”, analisa. . 

Os resultados dos diferentes setores do varejo caxiense também têm seguido a tendência dos últimos meses. No ramo duro, a variação entre agosto e julho de 2020 registrou um aumento de 5,54%. Descontada a inflação, em relação ao mesmo período do ano anterior, há queda nas vendas de 15,40%. Já no ramo mole, a variação entre agosto e julho 2020 foi de 6,58e a diferença sob o mesmo período de 2019 foi de -18,51%.  

Postos de Trabalho

Em relação aos postos de trabalho, após cinco meses consecutivos de fechamento de empregos, no mês de agosto houve a geração de 411 vagas formais, repercutindo em leve alta na comparação com o mês de julho. O comércio foi o segmento que mais empregou. Já o setor de serviços foi o que mais criou novos postos no mês.

Em julho, eram 143.752 empregos formais em Caxias do Sul; em agosto, este número subiu para 144.068. O acumulado de janeiro a agosto, no entanto, ainda mostra um saldo negativo de menos 6.499 empregos.

Fonte: CIC/Caxias

Comércio impulsionou as vendas, apesar da pandemia do coronavírus em Caxias do Sul

            


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *