Faixa Atual

Título

Artista


CIC, CDL e Câmara de Vereadores de Antônio Prado se manifestam sobre decreto do Governo Estadual

Escrito por em abril 16, 2020

Entidades não concordam com medida adotada por Eduardo Leite aos municípios da Serra Gaúcha

Após o decreto do Governador Eduardo Leite que impõe a manutenção do fechamento no comércio da Região Metropolitana e Serra Gaúcha, várias entidades estão se posicionando e buscando criar alternativas que possam gerar menos prejuízos à economia.

Conforme o Presidente da CIC Antônio Prado, Marcelo Piazza, a decisão de Leite “não tem como entender”. Marcelo comenta sobe Bagé, terceira cidade gaúcha com mais casos confirmados (28), além de três mortes, que teve suas atividades no comércio liberadas.

De acordo o Prefeito Divaldo Lara, Bagé foi a primeira a fazer o distanciamento social no Estado, que ele já surtiu efeito em razão do achatamento da curva de casos e também porque conseguiu estruturar o sistema de saúde para atender os pacientes, comentou em entrevista ao GauchaZh.

Marcelo também está como presidente da CicSerra e fala que já houve uma queda de 40% na arrecadação de impostos. “Cerca de R$ 2 bilhões já deixaram de entrar nos cofres do governo”.

Indústrias e demissões

Embora as indústrias tenham voltado ao funcionamento, acabam não tendo pedidos e há dificuldade quanto a compra de matéria-prima. Sobre as demissões, a CIC está realizando um levantamento, mas Marcelo comenta que a situação tende a se agravar a partir de agora, caso nenhuma atitude seja tomada.

Nota da CDL Antônio Prado

“É com imenso pesar e indignação que recebemos o decreto do governador do Estado do Rio Grande do Sul que determina que os comércios considerados não essenciais da Região Metropolitana de Porto Alegre e a Região Metropolitana da Serra Gaúcha devem permanecer fechados até 30 de abril.

A CDL Antônio Prado tem feito todos os esforços possíveis, protocolando pedido de reabertura do comércio junto à prefeitura municipal e enviando pedido direto ao governo do Estado. Temos mantido diálogo com a prefeitura, explicando a situação dos nossos associados e a necessidade de abertura do comércio em geral, guardando as devidas restrições para preservar a saúde de toda a comunidade.

Os órgãos superiores a nós, FCDL (Federação gaúcha) e CNDL, no âmbito nacional, estão também lutando pela flexibilização dos decretos estaduais”.

Posicionamento da Câmara de Vereadores de Antônio Prado

Na tarde desta quinta-feira (16), os vereadores de Antônio Prado estarão reunidos buscando tomar medidas que possam ser encaminhadas ao governo do estado visando a modificação do decreto.

Conforme o Presidente do Legislativo, Alfeu Sabedot, na sexta-feira (17), está sendo agendada uma reunião envolvendo também as entidades.

Fonte: Grupo Solaris – Repórter Luiz Augusto Filipini.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *