Faixa Atual

Título

Artista


Centro de Valorização da Vida recebe o Prêmio Caxias do Sul

Escrito por em junho 15, 2022

O atendimento emocional de prevenção ao suicídio ocorre pelo telefone 188

O Centro de Valorização da Vida (CVV) é a mais recente entidade a receber o Prêmio Caxias do Sul. A entrega ocorreu em solenidade no Parlamento municipal, na noite da última quinta-feira (9), e faz referência aos 10 anos de história e atuação da entidade em benefício da população local.

“Estou emocionada de poder fazer essa homenagem pelo trabalho valoroso de vocês.” disse a vereadora Rose Frigeri (PT), responsável pela indicação da premiação. “O suicídio é uma questão de saúde pública. Os números são acentuados na faixa da juventude, mas também preocupam em relação aos idosos”, destacou Rose, ao fundamentar a necessidade de um apoio permanente da sociedade e de órgãos públicos ao CVV. A entidade ainda não possuí uma sede.

Na mesa de autoridades, além de Rose, estiveram a coordenadora do CVV Caxias do Sul, Maria de Lourdes Fochesato; a presidente do Centro Caxiense de Valorização da Vida (mantenedora do CVV em Caxias), Marlei Webber de Oliveira; a diretora do Centro de Atenção Integral à Saúde Mental (Cais Mental) da Secretaria Municipal da Saúde, Elenise Knaack; a presidente da Câmara Denise Pessôa (PT); e o deputado estadual Pepe Vargas (PT).

Representando a entidade, se manifestou o coordenador da Comissão de Comunicação do CVV Caxias, José Theodoro, que fez um histórico do CVV no âmbito nacional e também local. Segundo ele, no país, há 60 anos, em 1º de março de 1962, o movimento nasceu. Em solo caxiense, o começo da mobilização data de uma década, no dia 19 de maio de 2012, quando um grupo de pessoas interessadas em salvar vidas decidiu se organizar e instituir o CVV.

Theodoro lembrou o evento inaugural, há 10 anos atrás, quando ocorreu uma caminhada desde a Igreja dos Capuchinhos até a Praça Dante Alighieri, seguido pelo funcionamento de um posto da entidade em uma sala cedida pela Legião Franciscana de Assistência aos Necessitados (Lefan). Já o marco simbólico de fundação da entidade foi o primeiro atendimento que ocorreu por telefone, às 8h do dia 21 de maio de 2012.

“Hoje, continuamos de braços abertos para receber voluntários, que precisam ter 18 anos, disporem de quatro horas semanais para atendimento das pessoas que entram em contato por telefone para serem ouvidas, participarem de grupos de estudos e reuniões e atuarem nas comissões”, explicou o coordenador da Comissão de Comunicação.

Mais informações sobre o CVV Caxias


O CVV oferece um serviço voluntário e emocional de prevenção ao suicídio. Os contatos com o Centro são feitos pelos telefones 188, ou pelo site cvv.org.br, por chat e e-mail.


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *