Faixa Atual

Título

Artista


Caxienses respeitam uso obrigatório de máscara, mas há resistentes

Escrito por em maio 4, 2020

No primeiro dia que o decreto começou a vigorar na cidade nesta segunda-feira, maioria estava usando equipamento, segundo apurou a reportagem da Solaris 99.1 FM

O decreto da prefeitura de Caxias do Sul que determina uso obrigatório da máscara como medida de evitar a disseminação do novo coronavírus foi respeitado pela maioria dos caxienses nesta segunda-feira, dia 4, primeiro dia de validade da determinação do executivo. Segundo norma, todas as pessoas que estiverem na rua ou local de trabalho terão que usar o equipamento sob pena de multa variando de R$ 90,00 a R$ 172,45. A reportagem da Rádio Solaris FM 99.1 percorreu algumas ruas da área central e bairros da cidade nesta segunda-feira e percebeu que uma minoria ainda teima em não se proteger.

O autônomo Adair Silva, 56 anos, era um deles, mas por um motivo. “Tirei para subir o morro e com a máscara sinto falta de ar. Mas agora vou na lotérica e já coloco de novo”, explica. Desempregado, Lucas Rodrigues, 24 anos, era outro sem máscara, mas tinha uma justificativa. Ele disse que não sabia que agora é obrigado a usar. “Como uso óculos, a máscara embaça as lentes e me causa desconforto”, disse o rapaz que estava com o equipamento no bolso.

Já a aposentada Eleci Dutra, 61 anos, diz que já usava a máscara ainda em fevereiro logo que começou a se falar no coronavírus. “Toda minha família usa. Todos devem usar e se conscientizar, porque muitos não acreditam na gravidade do que é esta doença. Vamos nos precaver porque o pior ainda está por vir”, destaca.

Alguns ficaram sabendo da obrigatoriedade, mas com desconfiança como o caso do pedreiro Ilio da Silva, 48, que acha difícil da prefeitura fiscalizar. “Vi a informação, mas não tenho certeza se é verdade. Acho que muitos não estão levando a sério. Se cada um fazer sua parte, ficará mais fácil, mas quero ver como será para fiscalizar”, afirma. Mesma opinião do carpinteiro Neri Fagundes de Lima, 58 anos. “Muita gente tá brincando, depois pode ser tarde”, diz ele, que estava usando o equipamento.

Multa pode ser até de R$ 172,00 para quem não estiver usando

Decreto de Caxias do Sul

Todas as pessoas devem sair de casa e retornar usando a proteção de pano, que é a mais segura. Famílias em situação de vulnerabilidade receberão unidades confeccionadas pelo Banco do Vestuário, junto das cestas básicas que são distribuídas pela Fundação de Assistência Social (FAS). De acordo com o município, a própria comunidade fiscalizará, no que o município chamou de “Fiscalização Cidadã”.

“ Nossa equipe estará em ronda permanente observando a população e orientando”, afirma o secretário de Urbanismo, João Uez.

Fotos: Rogério Costanza/Grupo Solaris

De acordo com o município, a própria comunidade fiscalizará

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *