Faixa Atual

Título

Artista


Campanha de vacinação em Ipê

Escrito por em outubro 9, 2019

Aproveitando a chamada para a Campanha de Vacinação contra o Sarampo realizada pelo Ministério da Saúde, desde a última segunda-feira, dia 07 de outubro de 2019, a Secretaria Municipal de Saúde de Ipê realiza uma Ação de Multivacinação. A finalidade é imunizar bebês, crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos contra várias doenças, que têm a vacina como principal prevenção e melhorar, assim, a cobertura vacinal.

A responsável pela Vigilância Epidemiológica no município, Enfermeira Fabieli Gopinger Chiavagatti, enfatiza que as vacinas são uma importante forma de proteção contra doenças como hepatite A, hepatite B, sarampo, caxumba, rubéola, difteria, tétano, coqueluche, varicela, pneumonias, influenza, meningites, paralisias, HPV e febre amarela.

Esta ação acontecerá até o dia 30 de novembro, nas terças e quintas-feiras na UBS Centro e demais Unidades de Saúde de segunda à sexta-feira. Haverão ainda dois dias de mobilização, o chamado DIA D, no sábado dia 19/10 e 30/11, das 8h Às 17h que acontecerá somente na Unidade de Saúde do Centro.

Quanto ao sarampo, devido a atual situação emergencial, para as crianças na faixa etária de 06 meses a menores de 01 ano está sendo recomendado uma dose zero. As crianças desta faixa etária já estão sendo contatadas para realizar esta dose e a maioria já fez. QUEM JÁ FEZ NÃO PRECISA REPETIR.

De acordo com o Ministério da Saúde, as crianças de 06 meses a 01 ano de idade são as que respondem clinicamente pior ao sarampo. Acabam desenvolvendo um quadro de pneumonia muito grave, e os óbitos acabam tendo uma prevalência maior nessa faixa etária.

Não basta imunizar as crianças se os pais não tem a devida imunização. Assim, a Secretaria da Saúde pede que os pais compareçam nas Unidades de Saúde, tragam sua caderneta de vacinação nas terças e quintas feiras para a averiguar a situação vacinal.

A Secretaria de Saúde ressalta que a apresentação da caderneta de vacinação é obrigatória para que os profissionais de saúde possam avaliar qual vacina ainda não foi administrada ou se há necessidade de alguma dose ser aplicada como complemento.

– Procure a Unidade de Saúde mais próxima

– Não esqueça a caderneta de vacinação e do cartão SUS

 E Lembre-se vacinar é proteger!


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *