Faixa Atual

Título

Artista


Câmara de Vereadores de Flores recebe representantes da Secretaria da Saúde e do Hospital para falar sobre coronavírus

Escrito por em abril 24, 2020

Objetivo era conhecer as atividades que estão sendo desenvolvidas e quais os planos de atendimento da doença

A Câmara de Vereadores de Flores da Cunha recebeu no começo da noite desta quinta-feira, dia 23, representantes da Secretaria Municipal da Saúde e do Hospital Fátima, com o objetivo de explanar aos vereadores e à comunidade, os planos de contingência do novo coronavírus (Covid-19) no município e na casa de saúde.

O médico e responsável técnico do Centro de Operações de Emergência (COE), Alfredo Mazzocchi Koppe, foi o responsável por passar as informações relacionadas ao trabalho desenvolvido pela Secretaria da Saúde. Também estava presente na Câmara o Secretario Municipal, Vanderlei Stuani.

Koppe falou sobre a preparação da cidade para atender os pacientes de Covid-19, que começou ainda no final de 2019, quando vírus estava atingindo principalmente a Ásia e não tinha chegado ao Brasil. O médico citou entre outros pontos, a compra de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s), treinamento de pessoal, contratação de especialistas e a criação de protocolos de tratamento aos pacientes.

Ainda segundo Alfredo, os decretos municipais que indicaram o distanciamento social e o isolamento domiciliar, foram fundamentais para que se conseguisse obter sucesso na contenção da pandemia na cidade. “Nosso objetivo é passar pelo coronavírus com o menor trauma possível”, disse Koppe.

Já a médica infectologista, Viviane Buffon e a enfermeira especialista em controle de infecções, Aline Eberle, explanaram sobre as ações realizadas pelo Hospital Beneficente Nossa Senhora de Fátima. Durante sua fala, Viviane disse que a cidade está ‘indo muito bem’ com os protocolos e decretos que visam combater a pandemia.

Viviane afirmou também: “nós, brasileiros, não estamos acostumados a estar na frente” (conseguindo atuar da maneira correta para combater qualquer coisa), que “o distanciamento social, não foi cedo, nem tarde” e também “com a retomada das atividades, é inevitável que a contaminação aconteça”.

Já a enfermeira Aline, explicou brevemente aos vereadores como está programado o protocolo de atendimento aos pacientes que chegarem na instituição de saúde com sintomas de coronavírus. Eberle explanou também sobre o uso dos EPI’s e os treinamentos realizados com todos os profissionais do Hospital.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *