Faixa Atual

Título

Artista


Brigada Militar forma 35 instrutores do Proerd que vão atuar nas regiões prioritárias do RS Seguro no Estado

Escrito por em outubro 5, 2019

Os policiais militares agora qualificados pelo Proerd vão orientar estudantes sobre os riscos das drogas e de práticas violentas.

Foto: Robson Alves / Brigada Militar

A Brigada Militar formou 35 instrutores do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd). A cerimônia de formatura foi no auditório da Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul (Ajuris), em Porto Alegre, nesta sexta-feira (4/10). O curso de formação começou em 23 de setembro e teve 110 horas-aula de conteúdos como legislação, método pedagógico e efeitos psicossociais das drogas entre outros conhecimentos.

Os policiais militares agora qualificados pelo Proerd vão orientar estudantes sobre os riscos das drogas e de práticas violentas. Eles vão atuar nos bairros mais vulneráveis dos 18 municípios prioritários do programa RS Seguro.

Através de estudos da criminalidade, o programa identificou nessas cidades a ocorrência de mais de 80% dos homicídios do Estado e de 90% dos roubos de veículos. Alinhada com o segundo eixo do programa, o das políticas sociais preventivas, a atuação dos novos instrutores nesses locais foi pensada para auxiliar nas estratégias de diminuição dos indicadores.

”Com a redução da criminalidade nestas cidades, vamos impactar o Estado inteiro e o Proerd vai ajudar com o fortalecimento dos nossos jovens para que digam não às drogas, que levam a outras formas de violência”, disse o comandante-geral da BM, coronel Mário Ikeda.

O comandante ainda destacou a importância da prevenção na formação de uma sociedade menos violenta. “As muitas demandas de um policial muitas vezes fazem com que ele esteja mais focado na repressão. Mas o policiamento não é feito só por quem faz a prisão e a apreensão de drogas. É muito necessária a ação preventiva dentro das comunidades. Por isso nós consideramos o Proerd o maior programa da Brigada Militar”, afirmou. 

A turma que se formou nesta sexta teve o acompanhamento dos americanos Rafael Morales e Ruel Fuentecilla, integrantes do Drug Abuse Resistance Education (D.A.R.E.), entidade que desenvolveu um método de combate às drogas nas escolas na década de 1980 nos Estados Unidos. Com a avaliação do D.A.R.E., a Brigada Militar foi recertificada para aplicar o método.

Fonte: Thamíris Mondin/Secom


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *