Faixa Atual

Título

Artista


Brigada Militar e Polícia Civil salvam criança com 25 dias de vida sequestrada em Vacaria

Escrito por em maio 2, 2022

A criança foi resgatada e entregue aos pais em menos de 12 horas após o sequestro

Na tarde de sábado (30), familiares de uma recém-nascida procuraram a Delegacia de Vacaria noticiando que um casal armado com uma pistola havia invadido sua residência na Rua Ramiro Barcelos, bairro Centro, sequestrado sua filha, uma criança com apenas 25 dias de vida e subtraído o terminal telefônico do casal.

De imediato o delegado plantonista, Ancelmo Camargo acionou a equipe de investigação volante e iniciaram as diligências em busca da criança. A Brigada Militar e a Polícia Civil localizaram câmeras de segurança próximas a residência que flagraram a ação do casal que chegou ao local em um veículo GM Corsa, de cor branca, para realizar o sequestro.

A Brigada conseguiu identificar a placa do veículo e após diligências durante a madrugada de domingo (1º) encontraram o casal suspeito com a criança, a arma de fogo utilizada no crime e o terminal telefônico subtraído das vítimas em uma residência no bairro Flora.

O casal foi preso em flagrante pelos crimes de extorsão, mediante sequestro qualificado e pelo crime de roubo majorado pelo uso de arma de fogo sendo encaminhado ao Presídio Estadual de Vacaria. Eles alegam que possuíam um acerto com a mãe para que a criança ao nascer fosse entregue a eles visto que a mulher perdeu recentemente uma gravidez e a mãe biológica teria manifestado interesse em não ficar com o recém-nascido. Alegaram inclusive ter acompanhando a gestação e contribuído com o enxoval e tratamento, montante que teria chegado a dois mil reais.

Quando a criança nasceu a mãe não teria cumprido o acordo e a mulher em estado de depressão, acabou junto ao companheiro subtraindo a bebê mediante ameaça.

Os pais biológicos negam esta versão e reconheceram o casal de imediato como os autores dos crimes e, todas as testemunhas que presenciaram os fatos  afirmaram que os autuados em flagrante durante a ação exigiram o valor de R$2 mil reais para devolvê-la.

Agora a Polícia Civil, através da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente,  terá dez dias para concluir o Inquérito Policial.


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *