Faixa Atual

Título

Artista


Bolsonaro envia áudio a caminhoneiros pedindo para que suspendam bloqueios

Escrito por em setembro 9, 2021

O presidente afirma que “os bloqueios atrapalham a nossa economia, provocam desabastecimento e inflação”

Com as manifestações dos caminhoneiros ameaçando paralisar as principais rodovias do Brasil, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) enviou um áudio pedindo ao grupo que suspenda as paralisações porque podem provocar inflação e prejudicar a economia.

“Fala para os caminhoneiros aí, são nossos aliados, mas esses bloqueios aí atrapalham a nossa economia, isso provoca desabastecimento, inflação. Prejudica todo mundo, especialmente os mais pobres. Então dá um toque aí nos caras, se for possível, para liberar, tá ok, para a gente seguir a normalidade”, disse o presidente em um áudio enviado por mensagem a interlocutores da categoria.

Muitos bolsonaristas, por não acreditarem na veracidade do fato, afirmaram que essa fala do presidente seria do protesto dos caminhoneiros ocorrido em 2018. Pouco depois, em vídeo divulgado nas redes sociais, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, confirmou a autenticidade do áudio de Bolsonaro e confirmou a preocupação do atual governo com as consequências negativas destas paralizações.

Tarcísio Freitas complementou: “O áudio é real, é de hoje, e mostra a preocupação do presidente com a paralisação. Essa paralisação ia agravar efeitos na economia de inflação que ia impactar os mais pobres, os mais vulneráveis. A gente sabe que há uma preocupação de tentar resolver problemas graves no país, mas a gente não pode tentar resolver um problema criando outro. Eu peço a todos que ouçam atentamente a palavra do presidente”, acrescentou.

Na noite desta quarta-feira (9), o Ministério da Infraestrutura informou que às 22h30min havia pontos de bloqueio em estradas de 16 Estados, o dobro do registrado no final da tarde. Em 13 desses, havia abordagem a outros caminhões para que aderissem ao movimento.

Bloqueios na Serra gaúcha

Em Caxias do Sul, no km 153 da Rota do Sol, um novo bloqueio começou por volta das 9h desta quinta-feira. Manifestantes também estão no km 64 da RS-122, em Forqueta, entre a cidade e Farroupilha. 

Em Flores da Cunha, na ERS-122, no km 97, manifestantes seguem bloqueando a passagem de caminhões. É permitida somente a passagem de veículos com medicamentos ou cargas vivas.

O Rio Grande do Sul é considerado um dos Estados com maior aderência da greve.


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *