Faixa Atual

Título

Artista


BM apreende carga de cigarros avaliada em cerca de R$ 25 mil

Escrito por em maio 5, 2020

Suspeita é que os 2,8 mil maços tenham sido roubados em Antônio Prado nesta segunda-feira

Uma informação que uma carga de cigarros estaria sendo baldeada levou a prisão de um homem de 41 anos por receptação na tarde de segunda-feira, dia 4, em Caxias do Sul. O flagrante ocorreu por volta das 13h na rua Padre Raul Acorcci, no bairro De Lazzer. Foram apreendidos 126g de maconha, dois telefones celular, R$ 242,00, um veículo corsa, um caminhão guincho, um veículo EcoSport em ocorrência de roubo e 2.808 maços de cigarro, carga avaliada em aproximadamente R$ 25.000,00.

A polícia suspeita que a carga tenha sido roubada em Antônio Prado na manhã desta segunda. Três homens acabaram detidos durante a ação da Brigada Militar, e encaminhados à delegacia, onde dois foram ouvidos e serão investigados como suspeitos, e o terceiro já indiciado pelo crime.

Conforme ocorrência, a BM recebeu uma denúncia sobre uma carga de cigarros que estava sendo passada de uma caminhonete para um Corsa cinza no bairro De Lazzer. Policiais militares foram até o endereço e encontraram uma Ecosport em cima de um caminhão guincho. A caminhonete estava carregada com  2 mil maços de cigarro.

Carga foi passada para um Corsa tripulado por dois homens

Na sequência, os PMs localizaram o Corsa cinza com dois tripulantes. Na revista do automóvel, foram apreendidos outros 566 maços de cigarro e 126 gramas de maconha. Durante consulta, os PMs descobriram que a Ecosport havia sido roubada em Campo Bom e estava com placas clonadas. A caminhonete era semelhante a que havia sido vista durante o roubo de uma carga de cigarros em Antônio Prado.

O nome dos envolvidos não foi divulgado em razão da lei de abuso de autoridade.

Três suspeitos foram detidos na ação da BM e conduzidos à delegacia


Opnião dos Leitores
  1. Paulo Roberto Andrigjetti   Em   maio 5, 2020 em 9:47 am

    O Congresso criou a lei de abuso de autoridade para se proteger, pois são todos ladrões. Com isso nós não podemos saber o nome dos larápios que nos roubam todos os dias. É lamentável.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *