Faixa Atual

Título

Artista


Banco de Alimentos de Caxias promove oficinas para deficientes visuais

Escrito por em julho 12, 2022

Atividades para adultos e adolescentes foram realizadas de forma inédita na Cozinha Experimental, em parceria com o Inav e curso de Nutrição da UCS

A Diretoria de Segurança Alimentar e Nutricional da Secretaria Municipal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SMAPA) de Caxias do Sul promoveu nesta segunda-feira (11) atividades para seis adolescentes com deficiências visuais atendidos pelo Instituto da Audiovisão (Inav). Na quinta-feira (07) foi a vez de um grupo de seis adultos. Na programação, constou o preparo de lanches saudáveis com apoio de profissionais do Inav, SMAPA e curso de Nutrição da Universidade de Caxias do Sul (UCS). O local foi a Cozinha Experimental do Banco de Alimentos.

Para a equipe da secretaria, a atividade foi um desafio inédito e muito especial. “Foi a primeira vez que envolvemos uma equipe tão grande num desafio deste porte e tão gratificante”, diz a nutricionista da SMAPA, Kelly Estarla dos Passos Andreis. “Para os adultos foi ministrada também uma palestra sobre educação nutricional voltada à situação de cada um, pois o grupo era formado por pessoas que perderam a visão por causa de doenças como hipertensão, tumores ou diabetes”, acrescenta.

O objetivo foi estimular a autonomia e a alimentação saudável para um público específico. “Todos chegaram muito animados, curiosos e com uma alegria contagiante. Os participantes conseguiram preparar todas as receitas e, ao final, os pratos foram saboreados numa confraternização cheia de felicidade e orgulho”, comemora a estagiária do curso de Nutrição da UCS, Viviane Tessaro.

Mais do que uma atividade profissional, foi também uma experiência inesquecível. “Posso afirmar que aprendi muito mais do que ensinei. Poder ouvir suas histórias, anseios, dúvidas e, de alguma forma, conseguir acolhê-los, foi muito gratificante. Uma das maiores lições foi que sempre podemos levar a vida de uma forma leve e alegre, independentemente das condições físicas que temos”, emociona-se Viviane.

A atividade desta segunda-feira foi direcionada para adolescentes, ensinando receitas de lanches práticos e nutritivos para o dia a dia. Mais uma vez, a oficina contou com parceria da equipe do Inav. “Com atendimento profissional capacitado, muitas pessoas com deficiência visual, cegas ou com baixa visão, e surdocegas, podem alcançar uma vida independente, ter seu grupo de relações, constituir família, viajar, estudar, trabalhar e ter experiências de lazer prazerosas”, observa a terapeuta ocupacional do Inav, Karine Helena da Silva Vieira.

Foto: Rodrigo Rossi

Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *