Faixa Atual

Título

Artista


Bairro de Antônio Prado sofre com infestação de carrapatos

Escrito por em setembro 23, 2020

O combate ao carrapato é feita principalmente com o uso de carrapaticidas

Moradores do bairro Aparecida, em Antônio Prado, entraram em contato com a reportagem da emissora relatando uma infestação de carrapatos. O parasita pode ser encontrado em grande quantidade pelas ruas do bairro, inclusive alguns são encontrados dentro das residências.

Cães são os hospedeiros que mais sofrem, por estarem com frequência deitados nas ruas e parques. “Eles estão em todos os locais, já encontrei embaixo do tapete de casa”, relata uma moradora que ligou para a emissora.

Para ajudar a esclarecer e combater os parasitas, fomos em busca de informações sobre as características e tipos de carrapatos, conversamos com o médico veterinário da Prefeitura de Antônio Prado, Eduardo Bettoni.

Segundo Eduardo, o parasita encontrado no local é o Boophilus micropolus, o mais comum deles.

Conhecido também como carrapato-de-boi, o Boophilus microplus, foi a espécie mais encontrada no bairro, podendo haver outros. O macho de tal espécie apresenta um par de placas de pontas agudas no ânus, e está associado à disseminação de diversas e importantes protozooses no gado.

O combate ao carrapato é feita principalmente com o uso de carrapaticidas, aplicados diretamente no animal. De acordo com o veterinário, o uso em grande escala e na rua, como é o caso do bairro Aparecida, é proibida a utilização do carrapaticida.

Bettoni recomenda que o combate seja feito pelos proprietários diretamente em seus cães e manter a limpeza no local.

Ciclo biológico do carrapato

O carrapato possui quatro estágios de desenvolvimento: ovo, larva, ninfa e adulto. Em todos os estágios ele passa pelo ambiente e pelo hospedeiro, onde fica por um longo período se alimentando. Dessa forma, ao cair no ambiente e retornar para alimentação nos três estágios (larva, ninfa e adulto), o carrapato pode parasitar três animais diferentes, favorecendo a disseminação da doença.

Quando no ambiente, o carrapato busca abrigo, normalmente próximo ao hospedeiro. Assim, é comum identificar a presença de carrapatos em frestas de paredes e pisos, e em vegetação próxima ao local de descanso do animal.

Para entender a importância do controle ambiental, é preciso conhecer o ciclo do carrapato.

Portanto veja abaixo cinco passos de como evitar ou acabar com a infestação de carrapatos:

 Evite contato do seu pet com animais e ambientes possivelmente infestados.
Normalmente os carrapatos do ambiente ficam na vegetação aguardando o hospedeiro. Locais onde há trânsito de animais (parques e praças), principalmente onde a vegetação é alta, devem ser evitados.

 Limpe o ambiente. Carrapatos gostam de ambientes com frestas, madeiras, entulho, vegetação alta, e outros locais em que eles podem se abrigar da luz solar. É importante limpar o ambiente o máximo possível, jogando fora ou retirando de perto do animal itens que não são mais utilizados. Recomenda-se também fazer uma limpeza minuciosa com um aspirador de pó.

 Dedetize o ambiente. Utilize produtos inseticidas no ambiente, preferencialmente a base de piretróides. O Cypermeit é à base de cipermetrina, e controla não apenas carrapatos, como também moscas e pulgas. Como em seu ciclo há fases em que eles saem do animal para muda (até se tornarem adultos), subindo novamente para alimentação, é importante focar nos locais onde o pet passa maior parte do tempo, e em todo o local suscetível ao redor, como frestas e cantos de parede próximos. É necessário retirar o animal do local a ser tratado.

Repita a dedetização após uma semana para eliminar os parasitas remanescentes. Ao aplicar o inseticida, eliminamos os carrapatos jovens e adultos. Porém os ovos continuam no ambiente, e é importante aguardar o período de eclosão (4 dias) para melhor alcance dos carrapatos restantes.

*Sempre leia a bula dos produtos utilizados. Os inseticidas em geral são produtos químicos, e exigem medidas de segurança para evitar qualquer transtorno ou intoxicação (da pessoa ou do animal). Portanto sempre siga as instruções descritas na bula para melhor eficácia, e fale com um Médico Veterinário em caso de dúvidas.

 Utilize produtos repelentes no animal. É importante utilizar algum produto repelente no animal. O Citronat é à base de óleo de citronela, sendo indicado no auxílio e prevenção de carrapatos, pulgas e moscas.

 Trate o animal caso ele esteja infestado. Caso o cão ou gato esteja infestado (se você achou ao menos um carrapato nele) é necessário utilizar algum medicamento veterinário específico para eliminação de carrapatos. Hoje no mercado já existem várias opções, consulte um médico veterinário para lhe ajudar na escolha.

O auxílio de um veterinário quando ocorre o surgimento de carrapatos e pulgas é extremamente importante, pois os sintomas das doenças causadas por estes parasitas podem demorar para aparecer.

Informações/Eduardo Bettoni

Pesquisa/Jornalista Ronei Marcilio


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *