Faixa Atual

Título

Artista


Aprovado projeto que determina que agressores de animais arquem com despesas em Flores da Cunha

Escrito por em março 29, 2022

Proposta é de autoria do vereador Luiz André de Oliveira

O projeto de lei que determina que os agressores que cometerem o crime de maus-tratos arquem com as despesas do tratamento do animal agredido foi aprovado na sessão da Câmara de Vereadoras de Flores da Cunha, nesta segunda-feira (28). A proposta de autoria do vereador Luiz André de Oliveira (Republicanos) tramita na câmara desde dezembro do ano passado.

Segundo a Câmara, o projeto determina que, nos crimes de maus-tratos cometidos no âmbito do município, as despesas de assistência veterinária e demais gastos decorrentes da agressão até a plena recuperação do animal serão de responsabilidade do agressor, na forma do Código Civil. O agressor fica obrigado, inclusive, a ressarcir a Administração Pública Municipal de todos os custos relativos aos serviços públicos de saúde veterinária prestados para o total tratamento do animal.

O autor da proposta argumenta que a Constituição Federal, em seu art. 225, § 1º, VII, veda qualquer prática que submeta os animais a crueldade ou agressão. Segundo o dispositivo constitucional, “é dever do Estado e da coletividade zelar pelos animais e, ao mesmo tempo, impedir práticas que os submetam a crueldade”.

“A prática de maus-tratos e crueldade ocorrem constantemente. Assim, o presente projeto de lei visa cumprir com o dever do Estado de zelar pelo bem-estar animal. Além da responsabilização criminal, é necessário responsabilizar o agressor pelos danos decorrentes do seu ilícito. O Estado deve atuar de modo multifacetado, na educação, na conscientização e sendo sancionador. Não se pode esperar, apenas, que cada ser humano, que cada consciência, faça o seu papel no respeito à dignidade animal”, defende o vereador na proposta.


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *