Faixa Atual

Título

Artista


Após definição de bandeira vermelha na Serra Gaúcha, saiba qual será a realidade do Comércio e Serviços

Escrito por em junho 17, 2020

Prefeitura de Antônio Prado divulgou as informações em suas redes sociais

Na tarde de terça-feira (16), o Governador Eduardo Leite revisou os dados dos indicadores que determinam a cor da bandeira de cada região no Modelo de Distanciamento Social Controlado. Na análise, das quatro regiões que estavam, desde o sábado (13) em bandeira vermelha, duas passaram para laranja. As regiões de Santa Maria e Santo Ângelo, devido ao aumento dos leitos destinados a pacientes com Covid-19.

Com isso, as regiões da Serra Gaúcha e Uruguaiana seguem em bandeira vermelha, que limita as atividades comerciais, onde apenas o essencial segue funcionando, porém, como uma série de restrições e cuidados.

A Prefeitura de Antônio Prado divulgou na terça-feira (16), uma série de determinações a serem seguidas pelo comércio e serviços.

Na área da saúde, os trabalhos seguem normalmente, por ser serviço essencial;

Agropecuária

– Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados podem manter as atividades com 50% dos trabalhadores;

Alimentação e Alojamento

– Restaurantes, Lanchonetes e Lancherias – 50% dos trabalhadores sem atendimento presencial (somente por meio de tele-entrega ou take away);

– Hotéis e similares – 40% dos quartos;

– Hotéis (beira de estradas e rodovias) – 75% dos quartos.

Indústria

– Construção, Obras e Alimentos – 75% dos trabalhadores por turno;

– Têxteis, Vestuário, Couro, Madeira, Móveis, Impressão e Reprodução, Produtos Diversos – 75% dos trabalhadores por turno.

Serviços

– Bancos, Lotéricas e Serviços de Advocacia – 50% dos trabalhadores;

– Vigilância e Segurança – 75% dos trabalhadores.

Educação

Creche, Pré-escolas, Ensino Fundamental e Médio, Técnico, Graduação e Pós-Graduação, Idiomas, Música, Esportes, Dança, Arte e Cultura – Atividades Remotas;

Atividades para conclusão de curso: Pesquisa, Estágio Curricular, Laboratório e Plantão – 25% dos trabalhadores.

Comércio

– Varejista de produtos alimentícios – 50% dos trabalhadores;

– Comércio Atacadista – 50% dos trabalhadores;

– Comércio Varejista (De rua) – 50% dos trabalhadores;

– Comércio de Combustíveis – 50% dos trabalhadores.

Transportes

– Rodoviário, Coletivo e de Passageiros – 50% dos assentos (janela);

– Correios, Serviços Postais e Similares – 50% dos trabalhadores;

Serviços

Casas Noturnas, Bares, Pubs, Eventos, Academias, Clubes Sociais e Esportivos, Cabeleireiro e Barbeiros e Missas – Fechado

Fonte: Grupo Solaris – Repórter Luiz Augusto Filipini com informações da Prefeitura de Antônio Prado.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *