Faixa Atual

Título

Artista


Após análise de recursos, quatro regiões ficam com bandeira vermelha na 7ª semana do Distanciamento Controlado

Escrito por em junho 23, 2020

Governo recebeu 30 pedidos de mudanças, mas apenas a região de Palmeira das Missões passou para bandeira laranja

Depois de analisar 30 recursos apresentados por municípios e associações, o Gabinete de Crise do governo do Estado decidiu reverter uma das cinco bandeiras vermelhas anunciadas preliminarmente no último sábado (20/6), na sétima rodada do Distanciamento Controlado. 

Em transmissão ao vivo nesta segunda-feira (22/6), o governador Eduardo Leite anunciou que o Gabinete de Crise analisou que somente a região de Palmeira das Missões, devido ao comportamento da Covid-19 nos últimos dias, pode retornar à classificação laranja (risco médio) a partir desta terça-feira (23/6). Com isso, Porto Alegre, Capão da Canoa, Novo Hamburgo e Canoas ficarão na cor vermelha (risco alto), o que determina protocolos mais restritivos às atividades econômicas.

A sétima semana de vigência do Distanciamento Controlado começa nesta terça-feira (23/6) e segue até as 23h59 de segunda-feira (29/6).

Na sétima rodada, do total de 81 municípios que compõem as quatro regiões sob bandeira vermelha, há 37 sem registro de hospitalizações e óbitos por Covid-19 nos últimos 14 dias. Nesses locais, caso os prefeitos queiram, poderão adotar medidas estabelecidas na bandeira laranja.

Dos 5.116.746 habitantes originalmente em bandeira vermelha, a região de Palmeira das Missões corresponde a 7% (361.215 habitantes) e os 37 municípios flexibilizados correspondem a 5,95% (304.674 habitantes). Ou seja, 87% (4.450.857) permaneceram em bandeira vermelha sem flexibilizações.

A regressão da bandeira vermelha preliminar para laranja na região de Palmeira das Missões, que tem 52 municípios, levou em consideração a média ponderada, que ficou em 1,53. Se tivesse ficado com 1,49, permaneceria em laranja.

Fonte: Governo do RS


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *