Faixa Atual

Título

Artista


Aplicação das verbas parlamentares e aumento de casos de Covid-19 no hospital de Antônio Prado

Escrito por em janeiro 11, 2022

Este ano serão investidos mais de R$ 400 mil reais em equipamentos

Em entrevista concedida na manhã desta terça-feira (11), a Rádio Solaris 97,3 FM, o diretor do Hospital São José de Antônio Prado, Diógenes Webber, falou sobre a aplicação de verbas parlamentares e os casos de Covid-19 no município.

Webber falou de duas emendas parlamentares totalizando o valor de R$ 400 mil. Uma dessas emendas, de R$ 200 mil, já foi depositada na conta do hospital, a outra do mesmo valor, está em análise no Departamento de Engenharia do Estado.

Com o dinheiro disponível está sendo feito um projeto de adequação, do Projeto de Proteção Conta Incêndios (PPCI) que está em fase de conclusão.

Serão instaladas portas corta fogo e um sistema de aquecimento de água. Também será feita atualização do sistema de vigilância e monitoramento do hospital. Com essa verba também será trocado o transformador elétrico por um de maior potência. “O hospital está adquirindo mais equipamentos, aumentando a necessidade de energia, esse projeto está entrando em fase de licitação e execução”, comenta Webber.

O outro recurso, de igual valor (R$ 200 mil) será destinado para reforma e adequação do setor de esterilização dos materiais hospitalares. O local será ampliado para receber uma termodesinfectora, uma lavadora ultrassônica e uma secadora de equipamentos médicos. “Para tudo isso vai ter que ser realizado um aumento de espaço e com isso teremos uma melhor esterilização dos materiais hospitalares”, disse o administrador.

O gestor comenta que a administração vem empenhando-se na busca de recursos extras para investimentos na infraestrutura e equipamentos. “Este ano chegou equipamento novo de Ecografia, além de outros que estão por chegar”. Segundo Diógenes, este ano o hospital vai fazer investimentos em equipamentos com valor superior a R$ 400 mil reais, provenientes de emendas de 2021.

“A nossa grande busca é por emendas de custeio. O ano passado a gente ficou bem abaixo do que esperávamos, até pela necessidade da Covid-19. A gente conseguiu R$ 600 mil reais de um senador e dois deputados, sendo que a gente necessita de R$ 1 milhão no ano para suprir as despesas. Este ano vamos buscar recursos parlamentares para tentar a magia de fechar a conta”, comenta Diogenes.

Covid-19

Nesta terça-feira (11) o Hospital São José estava com duas internações devido a Covid-19, o que é considerado baixo. Porém este novo surto está causando uma busca enorme por atendimento no ambulatório. De acordo com Webber, em 48 horas, entre o sábado (08) e o domingo (09), foram 168 atendimentos. “A gente pede que a população mantenha os cuidados, pois numa demanda tão grande é difícil atender bem a todos”, comenta.

A preocupação do dirigente e da instituição é com as pessoas que não se vacinam ou não completaram o esquema vacinal. “Não é esperado um grande número de internações, pois essa variante não apresenta um grau de agressividade, apesar da alta transmissibilidade”, comenta.

Os recentes casos de Covid-19, além de lotar o ambulatório tem desfalcado o hospital de profissionais, pois alguns tiveram que ser afastados. Diogenes acredita que isso irá acontecer também nas empresas e pode começar a faltar mão de obra. Obrigatoriamente quem apresentar sintomas gripais terá que ficar afastado do serviço por, ao menos, cinco dias.

“Devido às festas de Natal e Final de Ano, tínhamos uma perspectiva de aumento de casos, mas não nesse volume (nesta terça-feira o Boletim da Secretaria de Saúde apontava 89 casos ativos). Acreditamos que este ano não tenhamos o mesmo cenário de 2020 e 2021 e os casos serão de menos gravidade”, finaliza Diogenes.

Aplicação das verbas parlamentares e aumento de casos de Covid-19 no hospital de Antônio Prado

Este ano serão investidos mais de R$ 400 mil reais em equipamentos

Em entrevista concedida na manhã desta terça-feira (11), a rádio Solaris 97,3, o diretor do Hospital São José, de Antônio Prado, Diogenes Webber, falou sobre a aplicação de verbas parlamentares e os casos de Covid-19.

Webber falou de duas emendas parlamentares totalizando o valor de R$ 400 mil.

Uma dessas emendas, de R$ 200 mil, já foi depositada na conta do hospital, a outra do mesmo valor, está em análise no departamento de engenharia do estado.

Com o dinheiro disponível está sendo feito um projeto de adequação, do PPCI – Projeto de Proteção Conta Incêndios, que está em fase de conclusão.

Serão instaladas portas corta fogo e um sistema de aquecimento de água. Também será feita atualização do sistema de vigilância e monitoramento do hospital. Com essa verba também será trocado o transformador elétrico por um de maior potência. “O hospital está adquirindo mais equipamentos, aumentando a necessidade de energia, esse projeto está entrando em fase de licitação e execução”, comenta Webber.

O outro recurso, de igual valor (R$ 200 mil) será destinado para reforma e adequação do setor de esterilização dos materiais hospitalares. O local será ampliado para receber uma termodesinfectora, uma lavadora ultrassônica e uma secadora de equipamentos médicos. “Para tudo isso vai ter que ser feita um aumento de espaço e com isso teremos uma melhor esterilização dos materiais hospitalares”, dia o administrador.

Este recurso ainda está em análise no departamento de engenharia do estado. Após aprovado, será feito a celebração de um convênio e publicação no Diário Oficial. Isso ainda não tem previsão de ocorrer.

Diogenes diz que a administração vem se empenhando na busca de recursos extras para investimentos na infraestrutura e equipamentos. “Este ano chegou equipamento novo de ecografia, além de outros que estão por chegar”, diz. Segundo Diogenes, este ano o hospital vai fazer investimentos em equipamentos com valor superior a R$ 400 mil reais, provenientes de emendas de 2021.

“A nossa grande busca é por emendas de custeio. O ano passado a gente ficou bem abaixo do que esperávamos, até pela necessidade da Covid-19. A gente conseguiu R$ 600 mil reais de um senador e dois deputados, sendo que a gente necessita de R$ 1 milhão ao ano para suprir as despesas. Este ano vamos buscar recursos parlamentares para tentar a magia de fechar a conta”, comenta Diogenes.

Covid-19

Nesta terça-feira (11) o Hospital São José estava com duas internações devido a Covid-19, o que é considerado baixo. Porém este novo surto está causando uma busca enorme por atendimento no ambulatório. De acordo com Webber, em 48 horas, entre o sábado (08) e o domingo (09), foram 168 atendimentos. “A gente pede que a população mantenha os cuidados, pois numa demanda tão grande é difícil atender bem a todos”, comenta.

A preocupação do dirigente e da instituição é com as pessoas que não se vacinam ou não completaram o esquema vacinal. “Não é esperado um grande número de internações, pois essa variante não apresenta um grau de agressividade, apesar da alta transmissibilidade”, comenta.

Os recentes casos de Covid-19, além de lotar o ambulatório tem desfalcado o hospital de profissionais, pois alguns tiveram que ser afastados. Diogenes acredita que isso irá acontecer também nas empresas e pode começar a faltar mão de obra. Obrigatoriamente quem apresentar sintomas gripais terá que ficar afastado do serviço por, ao menos, cinco dias.

“Devido às festas de Natal e Final de Ano, tínhamos uma perspectiva de aumento de casos, mas não nesse volume (nesta terça-feira o Boletim da Secretaria de Saúde apontava 89 casos ativos). Acreditamos que este ano não tenhamos o mesmo cenário de 2020 e 2021 e os casos serão de menos gravidade”, finaliza Diogenes.


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *