Faixa Atual

Título

Artista


Antônio Prado inicia as discussões sobre o Programa de Desenvolvimento Econômico Local

Escrito por em fevereiro 18, 2020

Programa foi apresentado em encontro na Câmara de Vereadores da cidade

Na noite de segunda-feira (17), representantes de várias entidades e empresários de Antônio Prado estiveram reunidos na Câmara Municipal de Vereadores de Antônio Prado para ouvir as explicações do Programa de Desenvolvimento Econômico Local, através dos convidados Andreas Dohle, consultor da Federasul e Evandro Lembi, Secretário de Desenvolvimento Econômico e Planejamento da cidade de Rolante.

O encontro foi promovido pela CIC Antônio Prado.

Conforme Andreas, o programa começou a ser desenvolvido em Santa Catarina entre 2006 e 2007, com a discussão sobre o que as associações poderiam oferecer às cidades de pequeno e médio porte para fortalecer a economia.

A base do projeto trata-se da elaboração de uma economia criativa, procurando explorar novas práticas e criar novos segmentos econômicos, pensando em como será a cidade para o futuro.

Entre os elementos chave do Programa de Desenvolvimento Econômico Local (PRODEL), estão: Protagonismo Local – os únicos que sabem o que a cidade precisa são os que nela vivem e Sustentabilidade.

Evandro Lambi trouxe o exemplo do desenvolvimento do Programa, a quatro anos na cidade de Rolante. Evandro explica que, antes das mudanças, a cidade possuía cerca de 50% da mão de obra trabalhando no setor de calçados, dependendo muito deste segmento.

O PRODEL passou a ser desenvolvido em abril de 2015, com mais de 100 pessoas, voluntariamente, planejando o futuro. Evandro Lambi destaca que a cidade não possuía nenhum desenvolvimento no setor turístico e, após a aplicação do programa, criou o Circuito das Cascatas e Montanhas Cicloturístico, explorando um novo potencial econômico.

Outro exemplo envolve o setor de vinicultura, onde as vinícolas passaram de apenas bancas de vendas para a oferta de experiências, com o roteiro do enoturismo.

A cidade foi reconhecida, em 2016, como a mais transparente do Rio Grande do Sul e até 2035, busca ser referência em qualidade de vida. Atualmente, são cerca de 40 projetos em execução ou entregues na área de desenvolvimento econômico local.

Ao final, Marcelo Piazza, presidente da CIC Antônio Prado, destacou que é preciso investir nas Parcerias Público-Privadas e que, neste ano de 2020, a cidade de Antônio Prado começará a discutir o tema, construindo junto com os partidos, empresários e entidades.

Confira a entrevista completa com o presidente da CIC Antônio Prado, Marcelo Piazza, Evandro Lambi, Secretário de Desenvolvimento Econômico e Planejamento de Rolante e Andreas Dohle, Consultor da Federasul.

Fonte: Grupo Solaris – Repórter Luiz Augusto Filipini.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *