Grupo Solaris

Aedes Aegypti: Crescimento de focos aumenta trabalho da vigilância em São Marcos

A maioria dos focos estão no Bairro Francisco Doncatto.

A equipe de vigilância em saúde de São Marcos já encontrou 48 focos do mosquito aedes aegypti na cidade. Chama a atenção que, a cada 10 focos encontrados, seis são no Bairro Franscisco Doncatto, onde já são contabilizados 29 focos.

Conforme os vigilantes, a maioria dos focos estão sendo encontrados em reservatórios de água da chuva, mas também são feitas observações em residências, terrenos baldios, indústrias e comércio.

A cidade de São Marcos está na situação de infestada pelo mosquito que transmite a dengue, zika e Chikungunya, desde fevereiro de 2019. Para retornar a condição de não-infestado, é necessário que o local fique 12 meses seguidos sem ter a incidência de larvas do mosquito.

São Marcos já tem dois casos de dengue confirmados em 2020, ambos contraídos fora do estado.

O trabalho dos agentes de saúde visando combater o aedes iniciou em março de 2019 e já passou por cerca de 19 mil residências.

Denúncias

A Vigilância Ambiental em Saúde conta agora com um número de whatsapp para denúncias: (54) 99705-8273. Além disso e possível fazer a denúncia de possíveis criadouros do mosquito pelo telefone (54) 3291-6428.

Fonte: Grupo Solaris com informações da Prefeitura de São Marcos.

Sair da versão mobile