Faixa Atual

Título

Artista


“A tendência é bandeira preta e parada geral”, afirma secretario de Saúde de Flores da Cunha

Escrito por em dezembro 14, 2020

Vanderlei Stuani afirma que é necessário que haja conscientização da comunidade para que se leve mais a sério a pandemia

Com o aumento substancial no número de contaminações e mortes por covid-19 e uma grande demanda por leitos clínicos e UTI na Serra gaúcha, a região vive seu pior momento desde o começo da pandemia. O Secretário Municipal da Saúde de Flores da Cunha Vanderlei Stuani, diz estar preocupado com a situação. “As pessoas cansaram, mas o vírus não cansou”, afirmou ele em entrevista concedida à Rádio Solaris (ouça abaixo) nesta segunda-feira (14).

Depois de a cidade registrar um recorde de novos casos confirmados na última semana, com 223 notificações da doença em apenas sete dias, e chegar ao oitavo óbito causado pelo vírus no domingo (13), Stuani reforçou o apelo: “nós temos que manter o dia a dia, nós temos que nos proteger, usar constantemente a máscara, utilizar álcool gel e o distanciamento, porque o vírus não vai cansar e vai contaminar cada vez mais pessoas”, disse ele.

Para o secretário, a maior preocupação está nos feriados prolongados de fim de ano que estão chegando. O natal e o ano novo, podem ser períodos complicados, com maior proliferação da doença, se o nível de contaminação observado nos feriados anteriores se mantiver. “Se as pessoas não se conscientizarem, não começarem a levar um pouco mais a sério o vírus, a tendência é bandeira preta e parada geral”, afirmou o secretário.

Guinada na curva de contaminações e testagem em massa
Segundo o Secretário, os números estão subindo basicamente pela falta de conscientização das pessoas, que pararam de seguir os protocolos. Vanderlei confirma que os números estão disparando. “Nós da Secretaria da Saúde, montamos uma estrutura interna já readequada para a covid. O Hospital Nossa Senhora de Fátima também está trabalhando forte em cima disso em parceria com a secretaria, pra conseguirmos deter o avanço do coronavírus”, diz Stuani.

Dados da Secretaria Municipal da Saúde, obtidos junto ao governo do estado e instituições, revelam que os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), estão praticamente todos ocupados em Caxias do Sul, tantos os disponíveis para plano ou particular, como os do SUS. Dados desta segunda (14), apontam ocupação de 96,55% nos leitos de UTI particulares e de 93,83% nos que são utilizados por pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

De acordo com o secretário Vanderlei, houve uma enorme ampliação no número de testes. “Teste PCR tem livre demanda, que antes era para grupos específicos e testes rápidos também no décimo dia, também livre demanda”, disse. Entre as ações realizadas atualmente pela Secretaria, estão, a reabertura do setor exclusivo e recolocação de médicos específicos para tratamento de Covid-19 no Hospital Fátima.

Secretário da Saúde Vanderlei Stuani – Entrevista 14/12/2020


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *