Faixa Atual

Título

Artista


A mudança no consumo durante o dia dos namorados provocada pela pandemia

Escrito por em junho 10, 2020

Entre os casais, cresce a opção de compra através do ambiente on-line

A pandemia do coronavirus trouxe uma série de modificações nas formas de consumo, com o crescimento da busca por produtos no meio digital. Isso provocado tanto pelas restrições adotadas no comércio, mas também pela comodidade em poder comprar de casa, além de seguir as recomendações de não sair em situações que não sejam extremamente necessárias.

Em pesquisa realizada pelo Google, de forma on-line, com 800 brasileiros entre 18 e 20 de maio, 63% desses consumidores responderam que vão ter alterações na forma de celebrar a data devido à pandemia. 35% deles pretendem fazer algo juntos em casa, enquanto 20% vão preparar um jantar.

Entre as situações que não serão adotadas, estão a ida a um restaurante, onde 25% dos entrevistados disseram que não irão, 22% cancelaram planos de viagens e 12% pensaram em adiar a data.

Ainda de acordo com a pesquisa Google, as principais compras para o Dia Dos Namorados serão roupas, calçados e acessórios (25%), flores e cartões (24%), alimentos para refeições (23%) e produtos de beleza e perfumaria (18%).

Com a evolução do coronavirus, a forma de compra também sofrerá alterações, onde 43% dos 800 entrevistados declararam que irão comprar no ambiente on-line.

Apesar das novidades em relação à forma de compra, as vendas para a data especial aos casais devem ter uma diminuição de 43,1% comparada com 2019. Conforme estimativa da Confederação Nacional do Comércio, a diminuição nas vendas deve representar uma perda de R$ 700 milhões.

O faturamento total do Dia dos Namorados 2020 deverá ficar em R$ 937,8 milhões, o menor dos últimos 11 anos, devido a crise provocada pela pandemia do coronavirus. As principais perdas nas vendas ocorrerão no setor do varejo – vestuário, calçados e acessórios (queda de 71,3%), informática e comunicação (queda de 58,3%) e utilidades domésticas e eletroeletrônicos (queda de 55,8%).

Em Antônio Prado

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Antônio Prado (CDL) realizou pesquisa junto a 42 estabelecimentos comerciais da cidade, buscando observar como está o comportamento do comércio diante da pandemia.

A data levada em conta pela pesquisa foi o Dia Das Mães e, segundo a entidade, 58,3% dos entrevistados perceberam aumento no movimento. Porém, apesar de ter aumentado o movimentado, houve uma queda de 62,5% em relação ao faturamento.

Para o comércio a perspectiva do Dia dos Namorados deve ser diferente este ano. A pandemia do novo coronavírus impede a lotação de restaurantes, o que deixa o setor que comercializa presentes, mais otimista. A expectativa dos comerciantes é de um aumento de 53% nas vendas.

Dos associados pesquisados, 70,8% tiveram que fazer demissões em decorrência da pandemia.

Fonte: Grupo Solaris – Repórter Luiz Augusto Filipini.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *