Faixa Atual

Título

Artista


A história da Fubica do Nono Felice de Antônio Prado contada através da literatura

Escrito por em dezembro 9, 2021

As memórias afetivas das férias na infância da escritora são recordadas em um livro escrito em talian e com tradução em português

A Fubica do Nono Felice, lançado na 37ª Feira do Livro de Caxias do Sul, resgata a história do Nono Felice, antigo morador de Antônio Prado. Falecido ainda em 1979, a sua história ganhou, no último domingo (5), as páginas de um livro lançado em talian e com tradução para o português. Escrito por Vivi Costa, com ilustração de Giovana Mazzochi e Douglas Trancoso, a obra traz as lembranças afetivas da infância da escritora em férias que passava com os parentes em Antônio Prado.

A escritora caxiense conta que Felice era irmão do seu avô materno, o qual não chegou a conhecer pois este faleceu antes de sua existência. Assim, nas palavras de Vivi, “o Nono Felice, de certa forma, era a quem eu atribuía o papel de avô”. Inspirada pela fubica criada pelo nono, uma pequena carroceria, que funcionava a manivela, Vivi recorda de ter andado no meio de transporte e que ela e as demais crianças “faziam a festa”.

O livro ilustra como era a fubica, embora na sua versão original, lá atrás nos anos 70, tivesse um aspecto mais rústico e com a carroceria menor. Muito parecido com um calhambeque, além da carroceira possuia também uma capota (que se colocava e tirava).

A obra, que também foi apresentada com música, canto e vídeo, ainda pode ser conferida através de um vídeo animado disponível no canal Contos e Cantos no YouTube.

Sobre o projeto Contos e Cantos (em português e talian)

O livro faz parte do projeto cultural Contos e Cantos – Coleção Infantil Bilíngue (português e talian), que foi lançado no último domingo (5) na Galeria Municipal de Arte Gerd Bornheim, em Caxias do Sul. A Bruxa Zabumbada, de Helô Bacichette, e A Fubica do Nono Felice, tiveram suas obras apresentadas não só em livro, mas também com trilha sonora de Cibele Tedesco, Dâmaris Gianni e Éder Bergozza; e em animação em vídeo de Arthur Bovo; narração de Cleri Pelizza (talian) e Magali Quadros (português).

O projeto Contos e Cantos tem o objetivo de resgatar e valorizar o talian, língua de referência cultural brasileira (desde 2014), desenvolvida pelos imigrantes italianos, a partir de 1875, em uma mistura do seu idioma original, dialetos regionais e do português. A ideia é ajudar a salvaguardar a linguagem, principalmente nas comunidades falantes do idioma no Rio Grande do Sul, e dar ferramentas para educadores, professores e familiares trabalharem o talian junto as novas gerações.

Por isso, a apresentação de forma lúdica das histórias em livros ilustrados, acompanhados das partituras das músicas, e as animações (disponibilizadas no Youtube) que emprestam diversão e dinâmica ao aprendizado.

Os dois livros serão distribuidos para as secretarias de Educação de 20 municípios da região nordeste gaúcha, como Antônio Prado, Fagundes Varela, Paraí e Vila Flores.   

Fotos: Igor Panzenhagen


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *