Faixa Atual

Título

Artista


A empresa que mais emite notas fiscais no Rio Grande do Sul

Escrito por em dezembro 26, 2019

A informação é da Secretaria da Fazenda e os cerca de seis milhões de cupons emitidos por mês pela Rede de Farmácias São João podem ajudar na modernização da administração tributária do Estado

O volume de transações das Farmácias São João é tão grande no Rio Grande do Sul, que daria para dizer que quase metade dos gaúchos frequenta uma farmácia da rede mensalmente, se levarmos em consideração os 11 milhões de habitantes no Estado. Cerca de seis milhões de notas são emitidas todos os meses na São João, apontada pela Secretaria da Fazenda como a maior emissora de notas fiscais de consumidor eletrônica do RS.

De acordo com o gerente tributário da Rede de Farmácias São João, André Menegazzo, a nota fiscal é o principal documento para uma relação saudável entre quem vende e quem compra. Além disso, ela garante os direitos do consumidor e também evita a sonegação do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

Com esse sistema, a São João pode contribuir com o programa que deseja modernizar a administração tributária do Estado, simplificando os caminhos do contribuinte e reduzindo a burocracia. Neste mês de dezembro, uma comitiva da Receita Estadual visitou o Centro de Operações da rede, em Passo Fundo, para firmar uma parceria no programa Receita 2030. “Avaliamos sugestões de alternativas para simplificar o processo de emissão e a validação das regras fiscais tributárias, que serão ampliadas para todo o setor farmacêutico”, explicou o subsecretário da Receita Estadual, Ricardo Neves Pereira.

Além do Receita 2030, a São João e a Receita Estadual também estão firmando uma parceria para o novo programa da Nota Fiscal Gaúcha, chamado de Prêmio Instantâneo, que ainda está no processo de viabilização. E ainda, está em negociação com a Procergs (Companhia de Processamento de Dados do Rio Grande do Sul), especializada no desenvolvimento de soluções para os órgãos do executivo estadual e que processa diariamente milhões de transações vitais para o bom funcionamento do Estado.

“Essa é mais uma evidência da nossa seriedade e transparência, sempre presentes em nossas ações”, destacou Menegazzo. O gerente tributário ainda ressalta que a rede encerra o ano com um faturamento que deve passar de R$ 3 bilhões, aumento estimado em 12%, acima da média do mercado, de 7%, segundo a Abrafarma (entidade que reúne as empresas do varejo farmacêutico). Em 2020, a meta é atuar com 750 Farmácias São João no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, além de estrear no e-commerce.

Fonte: Assessoria de Imprensa Farmácias São João.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *